Da Citroën à Alfa Romeo. Na Stellantis nenhuma marca escapa à eletrificação

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Da Citroën à Alfa Romeo. Na Stellantis nenhuma marca escapa à eletrificação

Até 2023 as marcas da Stellantis vão lançar um total de 17 modelos eletrificados, 13 deles totalmente elétricos.

Carlos Tavares, CEO da Stellantis, tem sido uma das vozes mais críticas relativamente à eletrificação do setor automóvel. Reconhecendo a necessidade de transformação do setor automóvel, o «homem forte» da Stellantis acredita que a redução das emissões de CO2 não se pode cingir aos modelos 100% elétricos — recordem aqui todas as declarações.

Porém, este desacordo com as entidades europeias não afastaram Carlos Tavares do pragmatismo que todos lhe reconhecem. À margem da apresentação dos resultados financeiros de 2021, pudemos também ter um vislumbre do que o grupo gerido por este responsável português — eleito Personalidade Mundial do Ano em 2020, nos World Car Awards — está a preparar no campo da eletrificação.

Eletrificação em todos os sentidos

Até 2023, a Stellantis vai lançar um total de 17 modelos eletrificados. Quase todas as marcas deste gigante — surgido da fusão entre FCA e PSA — vão «ter direito» a novidades, principalmente as que competem no mercado europeu.

De todas, uma das que vai contar com mais novidades é a Citroën. No total, a marca gaulesa vai lançar três modelos eletrificados até 2023.

A NÃO PERDER: “Arena del Futuro”. A pista da Stellantis para carregar elétricos em movimento «sem fios»
Citroën Ë-C4
O ë-C4 vai ter a «companhia» de mais dois modelos elétricos.

Um deles é o já conhecido C5 X que se apresenta como híbrido plug-in. Os outros dois ainda não têm nome oficial, sobre eles há apenas uma certeza: vão ser 100% elétricos.

Fiat a caminho da eletrificação total (na Europa)

Já a Fiat também terá direito a mais um modelo de passageiros 100% elétrico — ainda sem nome atribuído — e dois novos comerciais movidos a eletrões: a nova Scudo e outro modelo que ainda não tem designação.

Contudo, a grande novidade é que em 2027 a marca transalpina será totalmente elétrica na Europa, antecipando-se em três anos à data originalmente anunciada, 2030.

Fiat 500
Depois do 500, vêm aí mais elétricos da Fiat.

Além da Fiat, a Opel e a Peugeot também vão lançar novos modelos 100% elétricos, nomeadamente as variantes elétricas dos novos Opel Astra e Peugeot 308. A estas versões juntar-se-ão ainda as variantes híbridas plug-in.

No caso da Peugeot, está ainda prevista a chegada de um SUV-Coupé híbrido plug-in, confirmando os rumores que surgiram há uns meses.

Stellantis LEVs
A lista de novidades eletrificadas da Stellantis.

Os estreantes entre os elétricos

Entre 2022 e 2023, a Stellantis vai ainda promover a «estreia» de algumas das suas marcas no «mundo dos elétricos».

Assim sendo, a Jeep vai dar a conhecer o seu primeiro modelo 100% elétrico, provavelmente o muito aguardado «baby Jeep». Também a Maserati revelará as versões elétricas dos Grecale, GranTurismo e GranCabrio.

Maserati Grecale
O Grecale é um de três Maserati elétricos que serão revelados em 2022 e 2023.

Nem a Ram «escapa» a esta aposta nos elétricos. Está previsto o lançamento da versão elétrica da ProMaster — para quem não conhece este modelo, trata-se de uma Fiat Ducato com outro símbolo, vendida nos EUA.

Finalmente, a Dodge — uma das marcas da Stellantis sem presença na Europa. Ainda não é desta que a Dodge receberá um modelo elétrico, mas está nos planos da marca o lançamento de um modelo híbrido plug-in.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência do Citroën Ami?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este Citroën não é um automóvel. Testámos o novo Citroën AMI

Mais artigos em Notícias