World Car Awards 2020

World Car Awards. Carlos Tavares eleito Personalidade do Ano

Depois de ter conduzido a "bom porto" as negociações para uma fusão entre a PSA e a FCA, o português Carlos Tavares foi eleito Personalidade do Ano do Troféu Carro Mundial 2020.

Numa eleição decidida por 86 jurados de 24 países (o Guilherme Costa, co-fundador e diretor da Razão Automóvel, é um deles), Carlos Tavares foi eleito Personalidade do Ano do Troféu Carro Mundial 2020, sucedendo a Sergio Marchionne que venceu, a título póstumo, o prestigiado prémio em 2019.

A entrega do galardão está marcada para o dia 8 de abril no Salão de Nova Iorque, evento no qual Carlos Tavares deverá marcar presença e que vai servir de palco à revelação do vencedor do prémio Carro Mundial do Ano 2020 (World Car Awards).

Acerca desta escolha, um dos jurados comentou “A sua abordagem calma, digna, modesta e altamente eficaz “envergonha” outros executivos. Na base (do seu sucesso) está a compreensão das necessidades dos clientes, apoiada por uma perspicácia comercial incrível”.

É uma grande honra receber este prestigiado prémio que quero dedicar a todos os funcionários do Grupo PSA, aos seus parceiros sociais (…) e ao conselho de administração. Como os nossos valores "vencer juntos, agilidade, eficiência" incluem a força do poder coletivo, é em nome de todos que aceito este prémio com humildade.

Carlos Tavares, CEO do Grupo PSA
A NÃO PERDER: Conhece os FINALISTAS dos World Car Awards 2020

As razões por detrás da eleição

Não é difícil encontrar razões para a eleição de Carlos Tavares como Personalidade do Ano do Troféu Carro Mundial 2020.

Para começar, o CEO do Grupo PSA foi o responsável pelo regresso aos lucros da Peugeot, da Citroën e, acima de tudo, da Opel, após a ter adquirido à General Motors, algo que foi conseguido em tempo recorde e que não acontecia desde 1999!

A juntar a estes bons resultados financeiros, Carlos Tavares foi também um dos “obreiros” da fusão entre a PSA e a FCA, um negócio que vai criar o quarto maior construtor do mundo. Tudo isto numa fase em que o Grupo PSA não só está empenhado em aumentar o seu peso no mercado chinês como em abraçar soluções de mobilidade e eletrificação.

Sabes responder a esta?
Qual era a autonomia do Peugeot 106 Electric?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias