Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Novo Mercedes-Benz Citan. Comercial (e não só) para todo o serviço

O Mercedes-Benz Citan conhece uma segunda geração, uma vez mais feito com base no Renault Kangoo. Primeiras entregas já em novembro.

O Mercedes-Benz Citan é hoje apresentada na feira de Duesseldorf, na Alemanha, com um design mais moderno, tecnologia mais avançada e com o argumento extra de dispor de uma versão 100% elétrica a partir da segunda metade de 2022.

A Mercedes-Benz consegue, como nenhuma outra marca de automóveis, ter uma imagem intocável de luxo e ao mesmo tempo vender veículos comerciais e derivações de passageiros de todos os tamanhos.

Do Marco Polo, ao Sprinter e ao Vito, além da Classe V, há uma oferta para diferentes tipos de necessidades e lotações ou capacidades de carga, mesmo que para isso seja necessário recorrer a parceiros externos ao Grupo Daimler, como ocorre no caso do Citan, cuja segunda geração é feita sobre a base do Renault Kangoo (ainda que a associação entre os dois grupos esteja cada vez menos próxima, este projeto não foi afetado).

VEJAM TAMBÉM: Mercedes-Benz Classe T. Vem aí a versão de passageiros da Citan

Mas num processo bastante diferente, como me explica Dirk Hipp, engenheiro-chefe do projeto: “na primeira geração começámos a trabalhar no Citan quando o Renault já estava terminado, mas agora tratou-se de um desenvolvimento conjunto, o que nos permitiu implementar mais e mais cedo as nossas definições técnicas e equipamentos. E isso fez toda a diferença para termos um Citan melhor e, sobretudo, mais Mercedes-Benz”.

Foi o caso da implementação do painel de bordo e sistema de infoentretenimento, mas também da suspensão (estrutura MacPherson com triângulos inferiores à frente e barra de torção atrás), cujas afinações foram feitas de acordo com o “caderno de encargos” da marca alemã.

Furgão, Tourer, Mixto, distância entre eixos longa…

Tal como na primeira geração, o compacto monovolume terá uma versão comercial (Panel Van ou Furgão em Portugal) e outra de passageiros (Tourer), esta última com portas laterais traseiras corrediças de série (opcionais no Furgão), para tornar mais fácil o acesso de pessoas ou o carregamento de volumes, mesmo em espaços mais apertados.

No Furgão é possível dispor de portas traseiras e óculo posterior sem vidros e está previsto o lançamento de uma versão Mixto, que combina atributos do comercial e da versão de passageiros.

As portas laterais proporcionam uma abertura de 615 mm em ambos os lados e a abertura da bagageira é de 1059 mm. O piso do Furgão está a 59 cm do solo e as duas secções das portas traseiras podem ser bloqueadas num ângulo de 90º e podem até mesmo ser movidas 180º nas laterais do veículo. As portas são assimétricas, pelo que a da esquerda é mais larga e tem de ser aberta primeiro.

Compartimento carga Citan Furgão

Versão elétrica dentro de um ano

À carroçaria com distância entre eixos de 2,716 m juntar-se-ão versões de distância entre eixos alongada e também uma significante variante 100% elétrica, que chegará ao mercado dentro de um ano e que se chamará eCitan (juntando-se ao eVito e eSprinter no catálogo de comerciais elétricos da marca alemã).

VEJAM TAMBÉM: Ford Transit Custom elétrica chega em 2023 e será produzida na Turquia

A autonomia prometida pela bateria de 48 kWh (44 kWh utilizáveis) é de 285 km, podendo a mesma repor a sua carga de 10% a 80% em postos rápidos em cerca de 40 minutos, se o carregamento for feito a 22 kW (opcional, sendo de 11 kW de série). Se o carregamento for feito em corrente mais fraca, podem ser necessárias entre duas a 4,5 horas para o mesmo carregamento.

Importante é o facto desta versão ter o mesmo volume de carga das versões com motores de combustão, o mesmo se podendo dizer de todos os equipamentos de conforto e segurança, ou funcionalidade, como no caso do acoplamento para reboque com que o eCitan pode estar equipado. A tração é dianteira, o rendimento máximo é de 75 kW (102 cv) e 245 Nm e a velocidade máxima limitada a 130 km/h.

Mais Mercedes-Benz que antes

Na versão Tourer os três ocupantes dos bancos traseiros dispõem de mais espaço do que no antecessor, além de uma área para os pés totalmente desobstruída.

 

As costas dos bancos traseiros podem ser rebatidas assimetricamente (num único movimento que também faz descer os assentos) para aumentar significativamente o volume de carga (no Furgão pode chegar a 2,9 m3, o que é bastante num veículo com um comprimento total de 4,5 m, mas com cerca de 1,80 m de largura e de altura).

Opcionalmente é possível equipar o Mercedes-Benz Citan com o sistema de infoentretenimento MBUX que facilita bastante o controlo de navegação, áudio, conectividade, etc, até por aceitar instruções vocais (em 28 diferentes idiomas).

Num veículo com estas caraterísticas a existência de muitos espaços de arrumação é fundamental. Entre os bancos dianteiros há dois porta-copos nos quais cabem copos ou garrafas com volume de até 0,75 litros, enquanto no Citan Tourer se destacam as mesas rebatíveis para fora do encosto dos bancos dianteiros, proporcionando aos passageiros traseiros um espaço adequado para escrever ou fazer um lanche.

VEJAM TAMBÉM: Testámos o novo Volkswagen Caddy. É um bom companheiro de trabalho?

Por fim, o tejadilho pode ainda ser usado para transportar mais bagagem graças às opcionais barras em alumínio.

Apto para cozinhar ou passar a noite…

Para mostrar que o Mercedes-Benz Citan pode desempenhar funções fora do normal num automóvel, a marca alemã preparou duas versões muito especiais em parceria com a empresa VanEssa, preparador de veículos para camping: uma kitchenette de campismo móvel e um sistema de dormir.

No primeiro caso há uma cozinha compacta instalada na traseira, composta por um fogão a gás embutido e um lava-louça com tanque de água de 13 litros, louças, potes e panelas e suprimentos guardados em gavetas. O módulo completo pesa cerca de 60 kg e pode ser instalado ou removido em minutos para dar lugar, por exemplo, numa cama em alguns passos fáceis.

TÊM DE VER: SpaceNomad e Hippie Caviar Hotel. A Renault Trafic em modo caravana

Em viagem, o sistema fica no porta-bagagens por cima da cozinha móvel e os bancos traseiros podem ser totalmente aproveitados. O módulo de dormir tem 115 cm de largura e 189 cm de comprimento, proporcionando espaço para dormir para duas pessoas.

Quando chega?

As vendas do novo Mercedes-Benz Citan em Portugal começam a 13 de setembro e as entregas estão previstas para novembro, das seguintes versões:

  • Furgão 108 CDI (o mais vendido no nosso país na anterior geração) — Diesel, 1.5 l, 4 cilindros, 75 cv;
  • Furgão 110 CDI — Diesel, 1.5 l, 4 cilindros, 95 cv;
  • Furgão 112 CDI — Diesel, 1.5 l, 4 cilindros, 116 cv;
  • Furgão 110 — gasolina, 1.3 l, 4 cilindros, 112 cv;
  • Furgão 113 — gasolina, 1.3 l, 4 cilindros, 131 cv;
  • Tourer 110 CDI — Diesel, 1.5 l, 4 cilindros, 95 cv;
  • Tourer 110 — gasolina, 1.3 l, 4 cilindros, 112 cv;
  • Tourer 113 — gasolina, 1.3 l, 4 cilindros, 131 cv.

Mais artigos em Notícias