Futuro

Mercedes-Benz estreia ecossistema eDrive com a eVito

A propulsão elétrica está planeada para toda a gama de modelos comerciais da Mercedes-Benz, começando já em 2018 com o modelo eVito.

A Mercedes-Benz Vans, divisão da casa mãe responsável pelos veículos comerciais, anunciou que planeia equipar todos os seus veículos comerciais ligeiros com propulsão elétrica. A estratégia entra em vigor já a partir do próximo ano com a chegada da eVito.

A marca anunciou também a implementação da estratégia denominada eDrive@VANs, que assenta em cinco pilares fundamentais: ecossistema holístico, especialização no setor, rentabilidade, cocriação e transferência de tecnologia.

eDrive@VANs promete redução dos custos operacionais

Este ecossistema inclui os seguintes elementos:

  • Infraestrutura de carregamento robusta e inteligente
  • Soluções de conetividade para a obtenção de informação sobre o estado de carga, autonomia da bateria e ótimo planeamento do percurso em tempo real
  • Consultoria: App eVAN Ready e ferramenta TCO (Total Cost Ownership – Custos Totais da Posse) para a análise do comportamento de condução e dos custos gerais
  • Veículos de aluguer para os períodos de maior necessidade
  • Programa de formação de motoristas para frotas de veículos elétricos

Ao começar com o modelo Vito e aplicando a mesma estratégia em 2019, a Mercedes-Benz Vans irá oferecer veículos elétricos versáteis e flexíveis, que durante o processo de compra podem ser adaptados ao nível da autonomia e do equipamento de gestão de carga, para adequar o veículo à utilização específica pretendida.

A abordagem holística e o fornecimento de um completo ecossistema eDrive, reduz significativamente os custos operacionais ao longo de todo o ciclo de vida comparativamente às soluções individuais e oferece aos clientes benefícios e valor comercial acrescentado.

A frota de veículos elétricos de uma empresa que está a trabalhar em parceria com a Mercedes-Benz e que presta serviços de logística, será utilizada na entrega de encomendas, e será subsequentemente implementada noutras áreas urbanas e irá atingir um total de 1500 modelos elétricos Vito e Sprinter até 2020.

A Mercedes-Benz Vans está a trabalhar com os seus clientes para dirigir o processo de inovação nas soluções de fim da cadeia de distribuição e não apenas nas soluções para o setor de transporte de correio e de entrega de encomendas.

Além do elevado investimento noutras áreas do Grupo, ao longo dos próximos anos a Mercedes-Benz Vans irá investir adicionalmente 150 milhões de euros na eletrificação do seu portefólio de veículos comerciais.

eVito na vanguarda

O modelo eVito já está disponível para encomenda na Alemanha, e as primeiras entregas estão previstas para o início do segundo semestre de 2018. Em Portugal chegará em 2019. Este será o primeiro veículo de produção em série a ser lançado segundo a nova estratégia do construtor alemão.

O novo modelo conta com autonomia de cerca de 150 km, uma velocidade máxima de 120 km/h, e carga útil superior a 1000 kg, com um volume de carga total de até 6,6 m3

A bateria da eVito pode ser totalmente carregada em cerca de seis horas. O motor produz uma potência de 84 kW (114 cv) e um binário máximo de até 300 Nm. No que diz respeito à velocidade máxima, é possível optar por duas opções: uma velocidade máxima de 80 km/h que permite conservar energia e aumentar a autonomia, e uma velocidade máxima de até 120 km/h, naturalmente em prejuízo de uma maior autonomia.

A eVito irá estar disponível também em duas versões com diferentes distâncias entre eixos. A versão de distância entre eixos longa tem um comprimento total de 5,14 m, enquanto a versão extra-longa mede 5,37 m.

Estamos convencidos sobre a necessidade de instalação de cadeias cinemáticas elétricas nos nossos comerciais ligeiros, especialmente nas aplicações para os centros urbanos. Desta forma, a eletrificação dos modelos comerciais não é um fim em si mesmo, mas antes o seguimento dos mesmos princípios aplicados a um motor convencional no que diz respeito a rentabilidade. Com a nossa iniciativa eDrive@VANs, estamos a mostrar que, apenas as soluções abrangentes de mobilidade que incluam mais do que a própria cadeia cinemática, representam uma alternativa real para os clientes de veículos comerciais. O eVito é o ponto inicial que posteriormente será seguido pela nova geração do nosso Sprinter e pelo Citan.
Volker Mornhinweg, Diretor da divisão Mercedes-Benz Vans

O modelo que se segue ao eVito será o eSprinter, a chegar também em 2019.

Ao abrigo da estratégia adVANce, lançada no outono de 2016, a marca Mercedes-Benz irá investir cerca de 500 milhões de euros até 2020 na integração de uma vasta gama de soluções de conetividade nos seus comerciais ligeiros, soluções inovadoras de hardware para o setor de comerciais ligeiros e novos conceitos de mobilidade.

 

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub