Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeo

Novo BMW M4 Competition (510 cv) testado. O último da espécie?

O novo BMW M4 Competition (G82) pode muito bem ser o último da espécie, ou seja, o último puramente a combustão. A pergunta mais importante: é bom?

Já o temos! Cada vez que surge uma nova geração dos BMW M3 e M4, as expectativas são grandes — afinal têm sido (mais o M3, pela antiguidade), ao longo das décadas, a bitola pela qual os outros se medem. Com este novo BMW M4 Competition (G82) não será diferente.

A BMW M parece não ter poupado esforços para elevar o novo M4 novamente ao papel de referência, após um antecessor (F82) que demorou tempo — e algumas versões — a convencer plenamente.

Será este M4 Competition uma máquina superior? Acompanha o Diogo neste primeiro teste em solo nacional, que te vai dizer tudo sobre o novo M4 e, principalmente, o que vale a nova “arma” da BMW M:

TENS DE VER: BMW M3 e M4. Já sabemos quanto vão custar todas as versões

BMW M4 (e M3) para todos os gostos

Nunca houve na história do M3, e mais recentemente, do M4, uma diversificação tão grande de modelos. Comum a todos eles é o S58, o bloco de seis cilindros em linha turbocomprimido e 3,0 l de capacidade, que, no caso deste M4 Competition, debita uns saudáveis 510 cv e 650 Nm. Há, no entanto, uma variante mais “soft”, com 480 cv e 550 Nm, que servirá o M4 e M3 “normais”.

A partir daqui as diferenças não param de aumentar. O BMW M4 “normal” será o único que contará com uma caixa manual (seis velocidades), enquanto o M4 Competition conta com uma caixa automática de oito velocidades. Não é, no entanto, uma caixa de dupla embraiagem, como o antecessor, mas sim uma caixa com conversor de binário — uma opção que não parece ter comprometido a acutilância das passagens de caixa.

BMW M4 Competition © Diogo Teixeira / Razão Automóvel

Tanto o M4 como o M4 Competition mantém a tração traseira, mas, pela primeira vez na história destes desportivos (e do M3), chegará ainda este ano uma variante de quatro rodas motrizes. Essa versão será uma derivação das versões Competition, ou seja, estarão associadas à versão mais potente do motor (510 cv) e à caixa automática.

Como acontece nos maiores M5 e M8, também nestes M4 Competition e M3 Competition de tração às quatro rodas, será possível “desligar” o eixo dianteiro em determinados modos, garantindo a experiência de condução de um tração traseira.

Além destas variantes é de esperar ainda este ano a revelação do BMW M4 Cabrio e, em 2022, talvez a variante mais esperada: a carrinha M3 Touring. Uma variante inédita e uma das mais pedidas ao longo de todas as gerações do M3.

BMW M4 Competition © Diogo Teixeira / Razão Automóvel
VÊ TAMBÉM: Mercedes-AMG C 63. O que esperar do novo 4 cilindros híbrido plug-in?

40 mil euros em opcionais

O preço do BMW M4 Competition começa nos 121 000 euros, mas há uma extensa lista de opcionais que temos de ultrapassar. E que vão das opções estéticas — a cor da unidade testada, BMW Indiviudal Azul Frozen Portimão, “pesa” 3550 euros —, até a opções que afetam as aptidões dinâmicas do coupé desportivo.

BMW M4 Competition © Diogo Teixeira / Razão Automóvel

Travões em carbono-cerâmica incansáveis? 8500 euros. M Driver’s Package que, entre várias opções, aumenta a velocidade máxima de 250 km/h para 290 km/h? 2550 euros. Aquelas baquets de aspeto fenomenal em fibra de carbono? 3930 euros. E continua por aí, com muitas das opções a apresentarem um custo com quatro algarismos.

Como o Diogo refere no vídeo, daria para comprar um BMW Série 1!

Preço

unidade ensaiada

160.952

Versão base: €121.000

IUC: €723

Classificação Euro NCAP: N/D

  • Motor
    • Arquitectura: 6 cil. em linha
    • Capacidade: 2993 cm3
    • Posição: Dianteira Longitudinal
    • Carregamento: Injeção directa, Turbo, Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c.; 4 válv./cil. (24 válv.)
    • Potência: 510 cv às 6250 rpm
    • Binário: 650 Nm entre 2750-5500 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Traseira
    • Caixa de velocidades: Automática (conversor de binário) de 8 vel.
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4794 mm / 1887 mm / 1393 mm
    • Distância entre os eixos: 2857 mm
    • Bagageira: 440 l
    • Jantes / Pneus: FR: 275/35 R19 TR: 285/30 R20
    • Peso: 1800 kg (EU)
    • Relação peso/potência: 3,53 kg/cv
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 10,0 l/100 km
    • Emissões de CO2: 229 g/km
    • Vel. máxima: 290 km/h (com M Driver's Package)
    • Aceleração: 3,9s
  • Garantias
    • Mecânica: 5 Anos ou 100 000 km
Extras
BMW Indiviudal Azul Frozen Portimão: 3550 €; Pele integral "Merino" Silverstone/Preto/Preto: 2450 €; Jantes 826M: 3000 €; Sistema travagem M em cerâmica/carbono: 8500 €; Kit reparação pneus: 50 €; Fecho automático porta da bagageira: 530 €; Sistema de acesso Comfort: 630 €; Chave BMW com display: 370 €; Faróis BMW Individual Shadow Line: 310 €; Vidros com proteção solar: 445 €; Pack de fumadores: 65 €; Bancos desportivos M em carbono: 3930 €; Cintos de segurança M: 315 €; Pack M Carbon exterior: 4870 €; Frisos interiores M "Carbon Fibre": 1300 €; Acabamento Galvanizado dos comandos: 110 €; Assistente das luzes de máximos: 200 €; Proteção ativa: 365 €; Assistente de condução: 940 €; BMW Laserlight: 1580 €; Assistente de Estacionamento PLUS: 1090 €; BMW Head-Up Display: 1190 €; Sistema de som Surround Harman/Kardon: 540 €; Conectividade aparelhos móveis, Bluetooth e USB com carregamento wireless: 510 €; Controlo por gestos BMW: 320 €; M Driver's Package: 2550 €;

Mais artigos em Testes, Ensaio