Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

M Performance Parts

É assim que soa o escape M Performance dos novos BMW M3 e M4

Catálogo de componentes M Performance ajuda a vincar ainda mais o caráter desportivo dos novos BMW M3 e M4 e oferece visual ainda mais agressivo.

Os novos BMW M3 e M4 até podem ser os mais potentes de sempre, mas porque há sempre quem queira mais, a marca de Munique preparou um catálogo de componentes M Performance capaz de elevar estes dois modelos para patamares ainda mais elevados.

Um dos elementos em maior destaque no catálogo de peças M Performance é o sistema de escape com tubagens em titânio, para uma sonoridade ainda mais agressiva, como se pode ouvir — bem alto, de preferência — no vídeo abaixo, do portal especializado BMW Blog.

Além da nova banda sonora, que consegue ser ainda mais impressionante do que a dos modelos de série, este sistema de escape M Performance também provoca um impacto visual nos novos M3 e M4, uma vez que as ponteiras passam a estar dispostas numa posição distinta, mais central.

VÊ TAMBÉM: Novo BMW M3. Nevão espanhol foi oportunidade para brincar na neve

A somar a tudo isto, este conjunto permite ainda uma poupança na ordem dos 4,5 kg face ao sistema de escape que equipa os BMW M3 e M4 convencionais.

Para acompanhar a nota de escape mais rouca, a fabricante germânica propõe também um conjunto de elementos em fibra de carbono exposta que ajudam a transformar o visual destes dois modelos, bem como jantes específicas de 19″, 20″ e 21”.

BMW M3 M Performance Parts
Está disponível um acabamento específico em dourado para as jantes.

Travões cerâmicos e molas com coilovers também fazem parte do catálogo de peças M Performance, que ainda oferece vários elementos de personalização para o habitáculo, com a fibra de carbono exposta a ser novamente protagonista.

BMW M3 M Performance
Habitáculo pode ser decorado com um conjunto de novos elementos em fibra de carbono.

Quanto ao rendimento, tudo na mesma, com o bloco de seis cilindros em linha com 3.0 l que anima estes dois modelos a estar disponível com dois níveis de potência, de acordo com a variante em causa.

Nas versões ditas “normais” do M3 e M4 este motor produz 480 cv às 6250 rpm e 550 Nm entre as 2650 rpm e as 6130 rpm, e surge, exclusivamente, associado a uma caixa manual de seis velocidades.

BMW M4 M Performance Parts
Sistema de escape da M Performance Parts coloca ponteiras ao centro.

Já no caso das versões Competition a potência sobe para os 510 cv às 6250 rpm e o binário para os 650 Nm entre as 2750 rpm e 5500 rpm, valores que são enviados às rodas traseiras apenas através de uma caixa automática de oito relações M Steptronic.

Sabe responder a esta?
Qual a potência do M5 CS, o BMW mais potente de sempre?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o novo BMW M5 CS. O mais potente BMW de sempre

Mais artigos em Notícias