Antevisão

Objetivo: reduzir custos. Audi R8 e TT em risco de desaparecer?

Markus Duesmann, o novo chairman da Audi, pretende promover uma reestruturação da gama para cortar nos custos. Será que os Audi R8 e TT estão em risco?

À frente dos destinos da Audi desde abril, Markus Duesmann tem a difícil tarefa de pôr em prática o Audi Transformation Plan — iniciado pelo seu antecessor —, um plano que visa aumentar as medidas de contenção de custos e que, ao que parece, pode colocar em causa o futuro de modelos exclusivamente com motores de combustão, como os Audi R8 e TT.

A informação é avançada pelos britânicos da Autocar, e a viabilidade dos dois desportivos, que são modelos de nicho, foi colocada em causa pelo próprio Duesmann.

De acordo com uma fonte próxima ao chairman da Audi citada pela Autocar, “modelos como o TT e o R8 foram revistos ​​como parte de um processo geral de redução de custos no passado. No entanto, agora estão sob maior foco”.

VÊ TAMBÉM: MEB da Volkswagen também para o Fisker Ocean? Parece que sim
Audi TT e R8

Plataformas também na mira?

Além do possível desaparecimento ou reinvenção dos Audi R8 e TT — há a possibilidade de serem reinventados como modelos 100% elétricos —, pode também estar nos planos da marca de Ingolstadt uma revisão da sua estratégia no que às plataformas diz respeito.

É que apesar de recorrer à famosa MQB que serve de fundação a inúmeros modelos não só da Audi (A3, Q2, Q3) como das restantes marcas do Grupo Volkswagen, a Audi tem ainda no seu arsenal a MLB — plataforma de tração dianteira, mas com motores em posição longitudinal. Usada nos A4, A6, A8, Q5, Q7 e Q8, o custo de desenvolvimento desta, ao contrário da MQB, recai diretamente sobre a Audi.

VÊ TAMBÉM: Os Audi SQ7 e SQ8 agora também andam a gasolina

Ora, para fazer face a estes custos a Autocar adianta que a Audi poderá vir a estreitar a sua parceria com a Porsche, algo que se traduziria numa maior proximidade entre futuras versões da plataforma MLB com a MSB desenvolvida pela Porsche e usada nos Panamera e Bentley Continental GT.

Uma hipótese que tem sido discutida nos últimos anos, desde o “rescaldo” do Dieselgate, uma forma eficaz de aumentar as sinergias e reduzir os custos — algo que reportámos há três anos.

Caso se confirme, esta não será a primeira vez que as duas marcas trabalham lado a lado, tendo já desenvolvido em conjunto a plataforma PPE (Porsche Premium Electric) que se deverá estrear na próxima geração exclusivamente elétrica do Porsche Macan e no sucessor (também) elétrico do Audi Q5. Além da PPE, também o V6 a gasolina atualmente usado por ambas as marcas foi desenvolvido em conjunto.

Fonte: Autocar

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançada a primeira geração do Audi A4?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Audi A4 faz 25 anos. Todas as gerações do Audi mais vendido de sempre

Mais artigos em Notícias