One-off

Skoda Slavia. Se o Scala “perdesse a cabeça” ficaria assim

Os estagiários da Skoda voltaram a "fazer das suas" e desta vez criaram um Scala roadster, o Skoda Slavia. Fica a conhecê-lo melhor.

Depois de to termos mostrado ainda sob a forma de um esboço, aqui está a versão final do projeto deste ano dos estagiários da Skoda: o Skoda Slavia.

Após nos anos anteriores nos terem dado projetos como os Skoda CitijetFunstarAtero, Element, Sunroq ou o Mountiaq, os estagiários da marca checa partiram da base do Scala para criar um modelo mais emotivo e bem menos familiar.

A estética foi inspirada no Skoda 1100 OHC, um modelo de competição de 1957. Já o nome é uma homenagem às primeiras bicicletas produzidas pelos fundadores da marca checa, Václav Laurin e Václav Klement.

VÊ TAMBÉM: É oficial. O Skoda Octavia também já se converteu ao gás natural
Skoda Slavia

O Skoda Slavia

Como bem sabes, para criarem o Slavia os estagiários da Skoda partiram da base do novo Scala, algo que facilmente percebemos quando o observamos de frente, ficando as alterações “reservadas” para depois do pilar A.

Assim sendo, para além de ter passado a contar apenas com duas portas e de ter perdido o tejadilho, o Skoda Slavia conta com uma atrativa “tampa” que parte dos bancos dianteiros até à traseira e que conta com duas bossas.

VÊ TAMBÉM: Os anos 90 também nos deram a Skoda Felicia Fun
Skoda Slavia

Já na traseira, apesar de os faróis serem idênticos aos usados pelo Scala a adoção de um portão da bagageira com um spoiler integrado oferece ao Slavia um visual próprio. Ainda no capítulo estético, há a destacar a adoção das jantes de 20” usadas pelo Kodiaq RS.

Quanto ao interior, temos o painel de instrumentos digital Virtual Cockpit, bancos desportivos da Sparco com cintos de quatro pontos, acabamentos a preto e branco e um subwoofer com 2250 watts. Ainda no interior do Slavia, há espaço para transportar duas trotinetas elétricas da marca checa.

VÊ TAMBÉM: Skoda Enyaq iV. Novo SUV elétrico é também o mais potente Skoda de sempre

Um trabalho difícil

Transformar o Scala no Slavia não foi tarefa fácil e a prová-lo estão as diversas transformações que os jovens aprendizes da Skoda tiveram de levar a cabo.

Skoda 1100 OHC
Eis o Skoda 1100 OHC ao qual o Slavia foi buscar inspiração.

Assim, foi necessário reforçar o chassis (abdicar do tejadilho tem destas coisas), soldar as portas traseiras e redesenhar o piso para acomodar um escape modificado. Já o sistema de travagem foi herdado do Octavia RS.

Por fim, no capítulo mecânico temos o 1.5 TSI de 150 cv e a caixa DSG de sete relações já usados no Skoda Scala.

Deixamos de seguida o vídeo da apresentação oficial e virtual do Slavia, onde é possível conhecer mais em pormenor não só o protótipo, como o programa de formação da Skoda:

Sabes responder a esta?
Em que salão foi revelado o protótipo Skoda Tudor?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Nada está a salvo. Skoda Tudor, o protótipo que até seria roubado

Mais artigos em Notícias