Apresentação

É oficial. O Skoda Octavia também já se converteu ao gás natural

A aposta da Skoda no GNC continua de "vento em popa" e a prová-lo está o novo Skoda Octavia G-TEC. Fica a conhecê-lo melhor.

Seguindo as pisadas do seu “irmão mais novo”, o Scala, também o novo Skoda Octavia recebeu uma variante a GNC, designada G-TEC.

Curiosamente, o Octavia G-TEC surge pouco tempo depois de alguns rumores darem conta de que a eletrificação do Grupo Volkswagen poderia colocar em risco a aposta no GNC. Não parece ser o caso.

Falando acerca do Skoda Octavia G-TEC, este apresenta-se com o moderno 1.5 TSI na variante de 130 cv, preparado agora para consumir GNC ou gasolina. Quando consome GNC, este emite menos 25% de CO2 e significativamente menos NOx.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Ibiza TGI a Gás Natural (GNC). O carro certo com a rede de abastecimento errada
Skoda Octavia G-TEC

Autonomia não lhe falta

Com três tanques com capacidade para armazenar 17,33 kg de GNC e um com capacidade para 9 litros de gasolina, o Octavia G-TEC tem uma autonomia em ciclo WLTP de cerca de 700 km (500 km a GNC e perto de 190 km a gasolina).

Quanto aos consumos, a Skoda anuncia consumos de 3,4 a 3,6 kg de GNC por cada 100 km e 4,6 l/100 km de gasolina (todos eles de acordo com o ciclo WLTP).

Tal como acontece com os “primos” da SEAT, o Skoda Octavia G-TEC consome, preferencialmente, GNC.

Skoda Octavia G-TEC

As únicas exceções verificam-se quando: se liga o motor depois de atestar com GNC, a temperatura exterior é inferior a -10º ou quando os tanques de GNC estão tão vazios que a sua pressão desce abaixo dos 11 bar.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

O que mais muda?

Esteticamente, encontrar as diferenças entre o Skoda Octavia G-TEC e os restantes membros da gama é quase tão difícil como encontrar uma agulha num palheiro.

VÊ TAMBÉM: Os anos 90 também nos deram a Skoda Felicia Fun
Skoda Octavia G-TEC
Aqui está o logótipo que “denuncia” o Octavia G-TEC.

No interior, o Virtual Cockpit tem um grafismo específico enquanto no exterior há um logótipo que “denuncia” esta versão. Quanto à capacidade da bagageira, esta é de 455 litros na versão de cinco portas e 495 litros na carrinha.

Com chegada aos mercados europeus prevista para o outono, ainda não se sabe se o Skoda Octavia G-TEC vai ser vendido por cá nem, caso tal se confirme, quanto irá custar.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Skoda Tudor?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Nada está a salvo. Skoda Tudor, o protótipo que até seria roubado

Mais artigos em Notícias