Vídeo

Volvo S90 T8 Plug-In Hybrid em vídeo. Potente e poupado? Nem sempre…

O Volvo S90 T8 Plug-in Hybrid é a maior e mais potente berlina sueca da atualidade, mas também promete consumos irrisórios. Será que é mesmo assim?

Esta grande berlina sueca é atualmente o topo de gama do construtor sueco, rivalizando com o “trio do costume” — BMW Série 5, Audi A6 e Mercedes-Benz Classe E. Para o topo deste topo de gama, a Volvo seguiu uma via alternativa, conjugando um motor de combustão interna com um elétrico. O nome diz tudo: Volvo S90 T8 Plug-in Hybrid.

Naturalmente, é o seu grupo motriz que concentra todas as atenções, pois ao unir os hidrocarbonetos com os eletrões, promete o melhor de dois mundos. Toda a performance que os 408 cv e os 640 Nm deixam adivinhar, com economia de uso, graças à possibilidade de poder circular em modo exclusivamente elétrico.

Ao contrário dos rivais alemães, não encontramos um V8 por baixo do capot, nem sequer um V6. Todos os Volvo S90 (e V90) contam apenas com motores de quatro cilindros em linha de 2,0 l de capacidade. O S90 T8 vem equipado com a versão mais potente deste bloco, ao debitar substanciais 320 cv de potênciaum dos quatro cilindros mais potentes do mercado —, graças à adoção não só de um turbo, como de um compressor.

VÊ TAMBÉM: Volvo vai limitar todos os seus modelos a 180 km/h
Volvo S90 T8 Plug-in Hybrid

É complementado com um motor elétrico de 87 cv posicionado sobre o eixo traseiro, alimentado por uma bateria de 9,2 kWh, permitindo uma autonomia elétrica máxima de 45 km, apesar de, realisticamente, o Guilherme, numa condução despreocupada, não ter conseguido muito mais do que 35 km.

Potência e força não faltam, mesmo considerando as vastas dimensões e massa (2,2 t) do Volvo S90 T8 Plug-in Hybrid. Repare-se nas prestações, onde bastam 5,1s para atingir os 100 km/h e alcança os 250 km/h (limitados) de velocidade máxima— o Guilherme acabou por constatar como é fácil distrairmo-nos em autoestrada e circular a velocidades bem acima do limite legal.

E os consumos?

Se a performance está garantida, o que dizer da economia? Todos os híbridos plug-in são anunciados com números de consumos e emissões bastante baixos — entre 2,4-2,9 l/100 km e 54-66 g/km no caso deste S90 —, mas será que é mesmo assim?

Como é prevísivel, enquanto houver carga nas baterias, o motor elétrico assume o principal papel na locomoção do Volvo S90 T8 Plug-in Hybrid, permitindo consumos bem baixos. Mas e quando ficamos sem carga nas baterias?

Deixo a resposta a essa pergunta para o vídeo, onde além de ficarmos a conhecer o S90 mais em pormenor, o Guilherme veste a sua pele de professor para explicar — com recurso a um desenho ao nível de uma criança de cinco anos — o que pode acontecer em vários cenários. A não perder:

O Volvo S90 T8 Plug-in Hybrid, com a linha R Design, está disponível a partir dos 74 210 euros.

Sabes responder a esta?
Qual a plataforma do Volvo XC40?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Volvo XC40 D3. Tudo o que precisas de saber

Mais artigos em Testes

Os mais vistos