Antevisão

Vem aí o primeiro BMW M3 com tração integral, mas o RWD não foi esquecido

Dois níveis de potência, versões de tração traseira e integral e até caixa manual. Opções não vão faltar na próxima geração do BMW M3.

Se até agora pouco ou nada se sabia acerca da nova geração do BMW M3 (G80), uma entrevista do diretor da divisão M da BMW, Markus Flasch, à CAR magazine veio responder a algumas das dúvidas que já se começavam a criar à volta da nova geração do mais desportivo dos Série 3.

Com apresentação marcada para o Salão de Frankfurt deste ano, de acordo com Markus Flasch o novo M3 deverá recorrer ao seis cilindros em linha mais evoluído de sempre da divisão M, o S58 (não te preocupes, temos um artigo que te decifra estes códigos). Um 3.0 l biturbo que já conhecemos dos X3 M e X4 M.

Segundo Markus Flasch estarão disponíveis dois níveis de potência, tal como acontece nos dois SUV, 480 cv e 510 cv, e tal como estes, o nível de potência mais elevado será dedicado ao M3 Competition.

VÊ TAMBÉM: Os quatro cilindros mais potentes à venda no mercado (2019)

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Versão Pure para… puristas

O BMW M3 G80 promete agitar as águas entre os fãs e entusiastas. Pela primeira vez na sua história, o BMW M3 contará com tração integral, tal como Markus Flasch refere, sendo equipado com um sistema similar ao usado no BMW M5. Ou seja, mesmo sabendo que, por defeito, o novo M3 distribuirá a sua potência pelas quatro rodas, há pelo menos possibilidade de optar por um modo 2WD, enviando toda a potência para o eixo traseiro.

No entanto, até a M deve achar que a tração integral é um passo longe demais para o M3, pelo que haverá também um M3 Pure (nome interno) — o que é que isto significa?

Significa que teremos um M3 “back to basics”, ou seja um M3 reduzido à sua essência, com apenas tração traseira e caixa manual. Uma máquina para aqueles que procuram uma experiência de condução mais focada e analógica, sem que os tempos por volta no “inferno verde” os preocupem — uma receita iniciada pela Porsche há uns anos, com o 911 R, e ao que parece, a ganhar momento.

Este BMW M3 “Pure”, além da tração traseira e caixa manual contará ainda com um diferencial traseiro autoblocante eletrónico. Existe ainda alguma especulação relativa à sua potência final, com alguns relatos a apontar para que seja a versão de 480 cv do S58 a equipar este M3, com outros a dizer que será ainda menos potente, ficando-se pelos 450 cv ou algo similar.

Teremos de esperar pelo próximo mês de setembro, no Salão de Frankfurt, para todos os esclarecimentos.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos