Teste

Testámos o Ford Focus 1.0 EcoBoost ST-Line 125 cv em vídeo. Melhor do que nunca!

O título diz tudo. No nosso teste em vídeo esmiuçámos os ingredientes que fazem da mais recente geração do Ford Focus a melhor de todas.

Objetivamente é fácil medir o progresso de uma geração de um modelo para outra, mas subjetivamente, a resposta nem sempre é tão clara. Felizmente, o novo Ford Focus convence objetivamente como subjetivamente — continua a ser, talvez, o modelo mais gratificante de conduzir no segmento.

E não nos referimos aos suspeitos do costume, como os ST ou os RS — o Focus que testámos vem com o pequeno tri-cilíndrico de apenas 1000 cm3 e 125 cv. Um motor multi-premiado que se mantém como o melhor do segmento, destacando-se a generosa disponibilidade, graças aos 170 Nm entre as 1400 rpm e as 4500 rpm.

Disponibilidade que evita estar sempre a recorrer à caixa — apesar de esta, uma manual de seis velocidades, se ter revelado muito boa —, e que até nos faz esquecer que por baixo do capot habita um motor de tão pequena capacidade.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Ford Focus Active. Quem não tem cão…
Ford Focus ST-Line 1.0 EcoBoost © Raul Mártires / Razão Automóvel

Os consumos do EcoBoost revelaram-se também bastante sóbrios durante a estadia do Focus com o Guilherme, a oscilarem entre os 5,6 e os 6,0 l/100 km numa condução despreocupada. Uma condução mais contida permitiu inclusivamente baixar dos cinco litros, mas quando explorou-se a fundo todo o seu potencial, estes subiram para os 8-9 l/100 km.

Dinâmica apurada? Check

O Ford Focus é tradicionalmente conhecido pela sua dinâmica apurada, casando agilidade e estabilidade, com bons níveis de conforto, mantendo o condutor sempre entretido. Não nos podemos esquecer de que este não se trata de um desportivo, mas sim, de um familiar compacto.

Mesmo tratando-se da versão ST-Line, de aparência e apetência mais desportiva — suspensão mais firme e distância ao solo reduzida em 10 mm — o Ford Focus garante níveis de conforto acima da média, com a suspensão a filtrar eficazmente as irregularidades do asfalto, e o isolamento acústico a estar também em muito bom nível.

Um dos mais espaçosos

Instalados no seu interior, agradecia-se um pouco mais de apoio lateral dos bancos, mas de resto, aquilo que se vê e que se toca é muito positivo. A qualidade de montagem é elevada, assim como os materiais, e nesta versão ST-Line, o nível de equipamento é generoso.

Se em gerações anteriores, o sistema de info-entretenimento SYNC era um dos pontos mais criticados do Focus, a mais recente iteração do sistema só pode receber elogios — tal como o Focus, está melhor que nunca.

A unidade testada pelo Guilherme vinha munida com um head-up display, equipamento opcional (400 euros) que ele achou dispensável, não acrescentando nada à informação disponível no muito visível e legível painel de instrumentos. Outro ponto menos conseguido são os botões no volante, em número excessivo e a obrigar a algum tempo de habituação no seu uso.

Como familiar que é, o Ford Focus oferece cotas de habitabilidade generosas, com esta geração a passar a ser uma das propostas mais espaçosas do segmento. Mesmo assim, atrás, continua ser mais indicado para dois passageiros do que os três permitidos.

A bagageira de 375 l fica algo afastada das referências — Honda Civic oferece mais 103 l, por exemplo —, mas para quem necessita de espaço para levar a casa às costas, o Ford Focus está também disponível como carrinha, ultrapassando os 600 l de capacidade.

VÊ TAMBÉM: Ford Focus 1.5 EcoBoost Vignale SW. Testámos o Focus com sotaque italiano

O Ford Focus ST-Line 1.0 EcoBoost custa 24 200 euros, mas a unidade por nós testada poderia ficar por apenas 20 mil euros, graças às campanhas que estavam a decorrer. Um negócio difícil de resistir.

Altura de passar a palavra ao Guilherme:

Sabes responder a esta?
Qual destes motores pertence ao Ford Focus RS de segunda geração?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O Ford Focus Mk2 já pode ter uma caixa sequencial. Tudo graças à Mountune

Mais artigos em Testes

Os mais vistos