Motores

Mercedes disse adeus aos motores V12. E a BMW?

Após o arquirrival de Estugarda ter dito adeus aos motores V12, a BMW garante que o seu V12, presente no M760Li, continuará por mais alguns anos.

Foi no último Salão de Genebra que ficámos a conhecer o Mercedes-AMG S65 Final Edition e o nome desta edição especial não poderia ser mais apropriado — é o modelo que marca o fim histórico dos motores V12 nos modelos da marca da estrela.

Se excetuarmos alguns (cada vez menos) super ou hiper desportivos, e até automóveis de luxo, como os Rolls-Royce, sobra apenas a BMW como o único construtor… “convencional” que ainda possui um V12 no seu portefólio.

O BMW M760Li, como topo de gama que é, vem equipado com um motor de… topo, um nobre V12 com 6,6 l, twin turbo, capaz de debitar 585 cv de potência. A marca alemã até tem motores mais potentes e com menos cilindros disponíveis, mas o equilíbrio, suavidade e sonoridade de um V12, temos que admitir, parecem adequar-se melhor a uma grande berlina de topo, como o Série 7 é.

VÊ TAMBÉM: Mercedes-Benz SL 73 AMG (R129): o roadster que emprestou o motor à Pagani
BMW M760Li
BMW M760Li

A decisão do seu arquirrival em acabar com este tipo de motorização poderia motivar a BMW a seguir-lhe os mesmos passos, mas Michael Bayer, diretor da divisão de motorizações na BMW, em declarações à Top Gear, garantiu que os motores V12 manter-se-ão no Série 7… pelo menos até ao final da atual geração.

Isto significa mais quatro anos de V12, até 2023. Depois disso? Difícil de prever… É possível tornar o V12 compatível com as futuras normas de emissões, apesar da dificuldade da missão, de acordo com Bayer.

V12, escolha… popular

Para já, a BMW indica até uma boa razão para manter o V12 no Série 7 — é um motor… popular. Desde que o M760Li foi anunciado gerou imenso interesse, traduzindo-se em muitas encomendas, mantendo a linha de produção dedicada aos motores V12 no máximo da sua capacidade.

Culpemos ou agradeçamos aos clientes do Médio Oriente e aos… chineses. No caso da China não deixa de ser curioso, já que estas berlinas de segmento F até costumam vir equipadas com motores de apenas 2.0 l, que pagam muito menos impostos — a cilindrada também é taxada por lá. Verdade seja dita, o cliente chinês tradicionalmente preocupa-se mais com o estatuto que estas berlinas dão, do que com a motorização que a move.

No entanto, existem cada vez mais clientes chineses que não se importam de pagar uma soma equivalente à de um superdesportivo, com avultados impostos, e terem o topo dos topos — um seis cilindros ou até um V8 não são suficientes, quando têm o V12 disponível.

Os motores V12 na BMW parecem estar a salvo… por agora.

Fonte: Top Gear

Sabes responder a esta?
Como se chama o primeiro SUV da Rolls-Royce?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O Rolls-Royce dos SUV é o… Rolls-Royce Cullinan

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos