Antevisão

Audi e-tron com Boost Mode e novo sistema de recuperação de energia

Em testes nos EUA, o Audi e-tron está cada vez mais perto da versão de produção. Com mais de 400 km de autonomia e aceleração 0-100 km/h em menos de 6s.

Primeiro SUV 100% elétrico com o emblema da marca dos quatro anéis, o Audi e-tron aproxima-se a passos largos do momento da sua apresentação oficial, a qual está já agendada para o próximo dia 17 de setembro.

Entretanto e com a fase de desenvolvimento já perto do final, começam igualmente a surgir mais alguns dados e fotos oficiais, sobre um modelo que promete iniciar uma nova fase na Audi. Não apenas em termos de propulsores, como também em aspetos como o design.

Sistema de recuperação de energia será inovador

Entre as novidades já divulgadas, está, por exemplo, a promessa de que o modelo será capaz de recuperar até 30% da capacidade da bateria, através de um novo e inovador sistema de recuperação de energia. Com os engenheiros da marca a garantirem, inclusivamente, que o e-tron conseguirá acrescentar um quilómetro extra, por cada quilómetro realizado a descer.

RELACIONADO: Surpresa! Audi anuncia PB 18 e-tron para Pebble Beach

Esta garantia decorre, aliás, dos testes que a Audi realizou, há alguns dias, na rampa de Pikes Peak, no Colorado, EUA, com veículos de desenvolvimento. Já equipados com o novo sistema de recuperação de energia, com três modos de funcionamento: recuperação da energia em travagem; recuperação da energia em situações de “roda livre” com utilização da função que antecipa a orografia da via; e recuperação de energia com utilização da função “roda livre” em modo manual, ou seja, com intervenção do condutor, através das patilhas da caixa automática — tecnologias certamente mais fáceis na utilização, que propriamente na explicação…

Dois motores, com Boost Mode e 400 km de autonomia

Além do inovador sistema de recuperação de energia, a Audi revelou, também, dados sobre o sistema de propulsão deste Audi e-tron, a começar pelo “coração” — componente formado por dois motores elétricos, a fornecerem uma potência conjunta de 360 cv e um binário instantâneo de 561 Nm.

Com o sistema a beneficiar ainda de um Boost Mode, disponível durante não mais que oito segundos, altura em que condutor dispõe da totalidade de potência possível: 408 cv e 664 Nm de binário.

Tendo na base um pack de baterias de 95 kWh, o SUV elétrico alemão consegue assim acelerações dos 0 aos 100 km/h em menos de seis segundos (a Audi não revela o número preciso…) e uma velocidade máxima de 200 km/h, tudo isto, a juntar a uma autonomia, já segundo o novo ciclo WLTP, de mais de 400 km.

Estilo? Segue dentro de momentos…

Já quanto à estética e embora as imagens obtidas, tendo por base unidades de desenvolvimento, confirmem o lançamento do Audi e-tron como SUV de cinco portas, garantido está também que o modelo contará com uma segunda carroçaria, de aspeto mais dinâmico, fruto da fusão das linhas crossover, com as de um coupé. Versão à qual será dado o nome de e-tron Sportback e cuja apresentação oficial deverá ter lugar no próximo ano, durante o Salão Automóvel de Genebra de 2019.

RELACIONADO: Audi e-tron GT. Este é o Porsche Mission E da Audi

Porém, a família e-tron não se limitará a estes dois elementos, já que ganhará um outro, denominado e-tron GT, berlina 100% elétrica concebida para combater o rival Tesla Model S, no seu próprio terreno, derivando do Porsche Taycan.

Finalmente, de parte não está também a hipótese de, com o avançar do tempo, poder surgir um superdesportivo, baseado na mesma tecnologia, e que, em termos estéticos, poderá seguir as linhas do protótipo que será desvendado, ainda este mês, em Pebble Beach, nos EUA, do qual já vimos teasers.

RELACIONADO: Surpresa! Audi anuncia PB 18 e-tron para Pebble Beach

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Quantas unidades do Skoda Octavia entregou a marca checa, em 2017?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Novo Skoda Octavia em 2020. Tudo o que já sabemos

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos