Apresentação

Audi Q8 apresentado. Anti-X6 já chegou!

Depois de um longo período de espera, eis que a Audi dá, finalmente, a conhecer o seu novo topo de gama para o segmento SUV: o Audi Q8. SUV de dimensões generosas, mas também muito estilo, que pretende acabar com o reinado do BMW X6!

Mais de dez anos após a BMW ter inaugurado o segmento dos SUV “Coupé” com a apresentação do X6, e da Mercedes-Benz ter ido atrás com o GLE Coupé, eis que também a marca dos quatro anéis adere à moda, dando a conhecer o Audi Q8 — crossover de linhas mais desportivas, que “procura oferecer o melhor de dois mundos, a elegância de um coupé de cinco portas e a versatilidade de um SUV grande”.

Novo porta-estandarte na família SUV do construtor de Ingolstadt, o Q8 ostenta praticamente as mesmas dimensões do Q7, com 4,99 m de comprimento, 2,0 m de largura e 1,71 m de altura, embora deixando a ideia de ser ainda mais baixo — o atual topo de gama dos crossovers da Audi já é uma das propostas mais baixas do segmento.

Ainda no que ao aspeto exterior diz respeito, o Audi Q8 faz uso da nova linguagem estilística da marca, iniciada com o novo A8. Da qual fazem parte uma grelha frontal proeminente com seis lâminas verticais cromadas, ladeada por ópticas finas em LED; um perfil do qual se destaca o volumoso pilar C e uma linha de tejadilho mergulhante; além de uma traseira com um par de luzes LED interligadas por um fino risco de luz, também em LED, encimada por um estiloso spoiler integrado no portão da mala.

VÊ TAMBÉM: Schaeffler 4ePerformance é um Audi RS3 com 1200 cv… elétrico

Interior decalcado do A8

Com uma distância entre eixos de quase três metros, o novo SUV de Ingolstadt anuncia igualmente um habitáculo de dimensões generosas, que a Audi promete ser inclusivamente superior ao dos rivais mais diretos, precisamente o BMW X6 e o Mercedes-Benz GLE Coupé.

O amplo espaço estende-se, de resto, também à bagageira, a qual promete uma capacidade de carga de 605 l, mas que também pode chegar aos 1775 l, mediante o rebatimento das costas dos bancos traseiros. Algo que, segundo revela a Audi em comunicado, não será necessário para acomodar dois sacos de golfe em posição transversal, os quais serão facilmente dispostos aproveitando a funcionalidade oferecida por um portão de acionamento elétrico, e ainda mais no caso da opcional chapeleira de rebatimento igualmente elétrico.

Voltando ao habitáculo, repetem-se as linhas estreadas com o novo A8 e, nomeadamente, a opção por dois ecrãs táteis a preencherem a consola central, além de um terceiro, totalmente digital, no lugar do painel de instrumentos — evolução do já conhecido Virtual Cockpit.

“Comportamento extremamente preciso”

No desvendar do novo modelo, a Audi promete ainda um “comportamento extremamente preciso”, graças à utilização de uma base rica em alumínio, o conhecido Audi Space Frame — o Q8 partilha a MLB Evo com carros como o Bentley Bentayga ou o Lamborghini Urus. Que, neste caso, conta com cerca de 15% em alumínio fundido e 14,4% de aço alta resistência moldado a quente.

RELACIONADO: Audi e-tron Concept. Ainda este ano, com 500 km de autonomia e carregamento em 30 minutos

Também graças a esta plataforma, o Q8 anuncia um peso de “apenas” 2145 kg, quando equipado com o bloco V6 3.0 TDI, além de garantir um coeficiente de arrasto aerodinâmico de apenas 0.34.

Igualmente a ajudar ao comportamento, 39 sistemas de ajuda à condução, distribuídos por um total de quatro pacotes, os quais propõem desde condução semi-autónoma a baixa velocidade, até ao sistema que avisa para o embate iminente e que alerta automaticamente as autoridades e serviços de emergência, em caso de acidente.

Motores com apoio elétrico

Especificamente sobre o V6, utiliza tecnologia semi-híbrida semelhante à já utilizada no SQ7, A8 e A6 a qual incorpora um sistema elétrico de 48V, uma bateria de iões de lítio e um motor-gerador. Soluções que permitem ao Q8 circular a velocidades até aos 160 km/h com o motor de combustão desligado, além de conseguir recuperar até 12 kW em desaceleração.

RELACIONADO: Audi SQ7 ou… como ensinar ballet clássico a um pugilista

Também graças a estas mais-valias, o Q8 equipado com este motor consegue uma poupança de até  0,7 l por cada 100 quilómetros.

Falando concretamente da versão Q8 50 TDI, o V6 TDI anuncia 286 cv e 600 Nm de binário, valores que, conjugados com uma tração integral permanente Quattro e uma caixa automática Tiptronic de oito velocidades, lhe permitem acelerar dos 0 aos 100 km/h em 6,3s.

Já no início de 2019, chegará uma versão menos potente deste mesmo V6 (45 TDI), assim como o 3.0 TFSI a gasolina, com 340 cv.

Subscreve o nosso canal de Youtube:

Na Europa a partir do final do ano

Construído em Bratislava, na mesma fábrica de onde sai não apenas o Q7, mas também o Volkswagen Touareg e o Porsche Cayenne, o novo Q8 tem chegada prevista aos mercados europeus, a começar pela Alemanha, a partir do terceiro quadrimestre de 2018.

Sabes responder a esta?
Quantas reservas já sinalizadas tem a Tesla para o Model 3
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Tesla Model 3. Atrasos levaram já ao cancelamento de 23% das encomendas

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos