Salão de Genebra 2018

Audi A6. Arsenal tecnológico para conquistar segmento

Ficamos a conhecer o novo Audi A6 e todo o seu arsenal tecnológico no Salão de Genebra. O que esperar do novo modelo de Ingolstadt?

O maior destaque na Audi é definitivamente o e-tron, o novo modelo 100% elétrico da marca, mas não diminui a importância do novo Audi A6 (C8), uma das peças fundamentais para a sustentabilidade da marca. E como seria de esperar, a Audi não se recatou: o A6 revelou-se um um festim… tecnológico. 

Mais espaço

O desenho é evolucionário e muito eficaz do ponto de vista aerodinâmico — o Cx começa nuns baixos 0,24. Cresce marginalmente relativamente ao antecessor, com melhores cotas internas, sobretudo nos lugares traseiros.

Audi A6 Genebra 2018

Recorre à MLB Evo, a mesma plataforma do A7 e A8, e apesar da abundância de alumínio, o novo Audi A6 ganhou alguns quilos — entre 5 e 25 kg, dependendo da versão —, “culpa” do sistema semi-híbrido que adiciona 25 kg.

Sistema semi-híbrido de série

Todas as motorizações do A6 recorrem a um sistema semi-híbrido de 12 ou 48 V. Este permite não só poupar até 0,7 litros de combustível por cada 100 km, como também garante um sistema start-stop mais avançado e até novas funcionalidades, como o sistema “roda-livre”.  Este sistema permite que o motor desligue em andamento entre os 55 e os 160 km/h, mantendo todos os sistemas elétricos e eletrónicos do carro ativos.

Nesta fase de lançamento existirão quatro motorizações, uma a gasolina e três a gasóleo:

  • 55 TFSI — 3.0 V6, 340 cv, 500 Nm — S Tronic (7 vel.) — tração integral
  • 50 TDI — 3.0 V6, 286 cv, 620 Nm — Tiptronic (8 vel.) — tração integral
  • 45 TDI — 3.0 V6, 231 cv, 500 Nm — Tiptronic (8 vel.) — tração integral
  • 40 TDI — 2.0 4 cil. em linha, 204 cv, 400 Nm — S Tronic (7 vel.) — tração dianteira

Festim tecnológico

São 37 (!) sistemas de assistência à condução, destacando-se o Parking e o Garage Pilot, e o novo Audi A6 é um dos primeiros automóveis a atingir nível 3 em condução autónoma, apesar de a sua disponibilidade estar dependente da legislação existente em cada país.

Audi A6 Genebra 2018

O novo sistema MMI de infoentretenimento é herdado dos Audi A7 e A8, composto por dois ecrãs táteis com resposta háptica e sonora, ambos com 8,6″ e com o superior a poder crescer até às 10,1″. Caso se opte pelo MMI Navigation plus, o Audi Virtual Cockpit — o painel de instrumentos digital com 12,3″ —, também estará presente. Existe ainda um Head-Up display, capaz de projetar informações diretamente no para-brisas.

Mais ágil

Exceptuando as versões de acesso, como a 2.0 TDI, todos os Audi A6 terão tração integral. Existem quatro tipos de suspensão à escolha: convencional, desportiva, com amortecedores adaptativos e, por fim, suspensão a ar.

Audi A6 Genebra 2018

A marca declara mais agilidade para o A6, com uma direção mais direta, podendo esta ser ativa, e o eixo traseiro pode ser direcionável, com as rodas traseiras a poderem virar até 5º. Algo a ser confirmado num futuro teste.

Quando é que chega ao mercado?

De momento, a única informação avançada é de que chegará ao mercado alemão em junho. Portugal receberá o novo Audi A6 nos meses consequentes.

Audi A6 Genebra 2018
A NÃO PERDER: Todas as novidades do Salão de Genebra 2018 de A a Z

Subscreve o nosso canal de YouTube, e acompanha os vídeos com as novidades, e o melhor do Salão de Genebra 2018.

Sabes responder a esta?
Quantos cavalos tem o McLaren Senna?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

McLaren Senna espanta em Genebra sob o signo do 800

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos