Entrevista

Entrevista a Carlos Barbosa: Rally de Portugal no Norte? “Estamos a estudar o assunto”

Com o Vodafone Rally de Portugal 2013 prestes a fazer-se à estrada, o presidente do ACP, Carlos Barbosa, respondeu a cinco perguntas rápidas da Razão Automóvel.

Espera-se uma semana em cheio com o Rally de Portugal a brilhar na agenda do desporto automóvel em Portugal. Depois do sucesso do WRC Fafe Rally Sprint, as perguntas sobre o futuro do Rally de Portugal surgem um pouco por todo o lado.

No WRC Fafe Rally Sprint, Jean Todt (presidente da FIA) aterrou de helicóptero junto ao traçado, acompanhado de Carlos Barbosa. Jean Todt veio a Portugal de propósito para ver com os seus próprios olhos o que muitos já testemunharam, caminharam lado a lado no troço e foram aplaudidos por milhares de pessoas. Carlos Barbosa é reconhecido como o responsável pela recuperação do prestígio que o Automóvel Clube de Portugal tinha nos tempos do seu ex-presidente César Torres, bem como do respeito junto da FIA.

O Vodafone Rally de Portugal arranca dia 11 de Abril. Quais são as suas perspetivas?

Muita competição e muita emoção.

Quem vai pela primeira vez ao Rally de Portugal, o que pode esperar?

O melhor espetáculo do mundo! As marcas estão muito iguais.

Que conselhos de segurança dá aos espectadores?

Seguir as ordens dos comissários e da GNR.

Qual é o balanço que faz do WRC Fafe Rally Sprint que teve lugar no passado dia 5 de Abril?

Uma loucura! 120 mil pessoas!

As etapas dividem-se entre Lisboa, Baixo-Alentejo e Algarve, mas são muitos os que pedem por um Rally no Norte. A lealdade e adesão em massa dos espectadores do Norte ao Rally de Portugal pode vir a alterar a sua localização?

Claro que sim. Estamos a estudar o assunto.

Perfil

Primeiro carro que conduziu – Honda 360
Carro que conduz diariamente – Mercedes
Carro de sonho – Bugatti
Gasolina ou Gasóleo? – Gasóleo
Tração? – Integral
Automática ou Manual? – Automática
Viagem perfeita – Qualquer local da Ásia

Mais artigos em Notícias