A Tesla perde dinheiro, a Ford dá lucro. Qual destas marcas é que vale mais?

Vistam o vosso melhor fato… vamos até Wall Street para entender melhor porque é que a Tesla já vale mais dinheiro do que a Ford.

O valor das ações da Tesla continuam a bater recordes. Esta semana a empresa de Elon Musk passou pela primeira vez a marca dos 50 mil milhões de dólares – o equivalente a 47 mil milhões de euros (mais milhão menos milhão…).

Segundo a Bloomberg, esta valorização está relacionada com a apresentação dos resultados do primeiro trimestre do ano. A Tesla vendeu cerca de 25.000 automóveis, um número acima das melhores estimativas dos analistas.

Bons resultados, festa em Wall Street

Graças a este desempenho, a empresa fundada por Elon Musk – uma espécie de Tony Stark da vida real sem o fato do Homem de Ferro – ficou pela primeira vez na história, à frente do gigante norte-americano Ford Motor Company no mercado bolsista em cerca de 3 mil milhões de dólares (2,8 milhões de euros).

Segundo a Bloomberg, o valor bolsista é apenas uma das métricas usadas para calcular o valor de uma empresa. No entanto, para os investidores, é uma das métricas mais importantes, porque espelha quanto é que o mercado está disposto a pagar pelas ações de uma determinada empresa.

Vamos aos números?

Coloquem-se na pele de um investidor. Onde é que colocavam o vosso dinheiro?

De um lado temos a Ford. A marca liderada por Mark Fields vendeu 6,7 milhões de automóveis em 2016 e fechou o ano com um lucro de 26 mil milhões de euros. Do outro lado temos a Tesla. A marca fundada por Elon Musk vendeu apenas 80.000 automóveis em 2016 e apresentou um prejuízo de 2,3 mil milhões de euros.

A Ford faturou 151,8 mil milhões de euros enquanto que a Tesla faturou apenas sete mil milhões – um valor que como já vimos, não deu sequer para cobrir as despesas da empresa.

Perante este cenário o mercado acionista prefere investir na Tesla. Está tudo louco? Se considerarmos apenas estes valores, sim. Mas, como escrevemos mais acima, o mercado rege-se por diversas métricas e variáveis. Portanto vamos falar do futuro…

It’s all about expetativas

Mais do que o valor atual da Tesla, este recorde em bolsa reflete a expetativa de crescimento que os investidores colocam na empresa liderada por Elon Musk.

Por outras palavras, o mercado acredita que o melhor da Tesla ainda está para vir, e por isso, apesar dos números atuais serem pouco (ou nada…) animadores, há expetativas que no futuro a Tesla valha muito mais. O Tesla Model 3 é um dos motores desta crença.

Com este novo modelo, a Tesla espera fazer disparar as suas vendas para valores recorde e chegar finalmente aos lucros operacionais.

“O Model 3 vai vender muito? Então deixa-me já comprar ações da Tesla, antes que comecem a valorizar!” De forma simplista é esta a perspetiva dos investidores. Especular sobre o futuro.

Outro motivo que faz o mercado acreditar no potencial da Tesla é o facto da marca estar a apostar no seu próprio software de condução autónoma e na produção de baterias in-house. E como bem sabemos, a expectativa generalizada da indústria automóvel é que no futuro a condução autónoma e os automóveis 100% elétricos vão ser a regra e não a exceção.

Do outro lado temos temos a Ford, como podíamos ter outro construtor mundial qualquer. Apesar da boa performance dos gigantes da indústria automóvel na atualidade, os investidores têm algumas reservas quanto à capacidade destes «gigantes» se adaptarem às mudanças que se adivinham. O futuro dirá quem tem razão.

Uma coisa é certa. Quem investiu na Tesla a semana passada, esta semana já está a ganhar dinheiro. Resta saber se a médio/longo prazo esta tendência de valorização se mantém – aqui ficam algumas dúvidas legitimas levantadas pela Razão Automóvel há alguns meses.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub