Honda Civic Type-R: primeiro contacto

23/06/2015
4.911 views
Share Button

Ao centro do tablier está o i-MID, um ecrã multi-informações inteligente. Ali podemos obter várias informações: indicador de aceleração G e indicador da pressão dos travões/posição do pedal do acelerador, indicador da pressão do turbo-compressor, da temperatura da água e da pressão e temperatura do óleo, indicador de tempos por volta, indicador de tempos de aceleração (0-100 km/h ou 0-60 mph) e indicador de tempos de aceleração (0-100 m ou 0-1/4 de milha).

VEJAM TAMBÉM: Não se metam com um Honda Civic Type R em pista

No nosso campo de visão está o conta rotações, acompanhado no topo por luzes indicadoras da rotação que convergem em cores diferentes como na competição.

+R: a tecnologia ao serviço da performance

A suspensão do novo Honda Civic Type-R é um aliado da eficácia. A Honda desenvolveu um novo sistema de amortecedores variáveis às quatro rodas, que permite controlar independentemente cada roda e gere todas as alterações provocadas pela aceleração, desaceleração e velocidade em curva.

Accionado o botão +R o Honda Civic Type-R transforma-se numa máquina capaz de respostas ainda mais rápidas, para além de no painel de instrumentos se verificarem alterações visuais que nos recordam que estamos a conduzir um modelo com o “símbolo vermelho”.

Honda Civic Type-R Photo: James Lipman / jameslipman.com

A entrega de binário passa a ser mais rápida, a relação da direção fica mais curta e a assistência diminui. Com a ajuda do sistema de amortecedores adaptáveis, no modo +R o Honda Civic Type-R fica 30% mais rijo. Conduzir em cidade com este modo ligado é para corajosos, confiem em mim. O controlo de estabilidade fica menos intrusivo, contribuindo para um aumento da diversão ao volante.

Em pista o Honda Civic Type-R sente-se focado na performance, extremamente rápido e capaz de enfrentar com facilidade um circuito muito técnico como o Slovakia Ring. Os travões são incansáveis e a capacidade de curvar a alta velocidade também impressionou pela positiva. O novo motor 2.0 VTEC Turbo é muito progressivo e capaz, em estrada deixa-se conduzir facilmente e está sempre disponível. O consumo combinado anunciado é de 7,3 l/100 km.

A NÃO PERDER: Se o tempo do Honda Civic Type-R em Nürburgring for batido, a Honda constrói versão mais radical

O novo Honda Civic Type-R chega ao mercado português em Setembro com preços a começar nos 39.400 euros. Se procuram uma versão full-extras com ainda mais apontamentos visuais, podem optar pela versão GT (41.900 euros).

Na versão GT encontramos um sistema de navegação integrado Garmin, sistema de som premium com 320W, ar condicionado automático e iluminação ambiente interior vermelha. A Honda disponibiliza ainda uma panóplia de sistemas avançados de assistência à condução: Avisador de Colisão à Frente, Avisador de Saída da Faixa de Rodagem, Sistema de Suporte dos Máximos, Informação de Ângulo Morto, Monitor de Trânsito Lateral, Sistema de Reconhecimento de Sinalização de Trânsito.

Vamos aguardar por um teste completo ao novo Honda Civic Type-R para retirarmos mais conclusões, até lá fiquem com as nossas primeiras impressões e uma galeria completa.

Imagens: Honda

Não deixe de nos seguir no Instagram e no Twitter

Cofundador da Razão Automóvel | Aos 20 anos, o pai passou-lhe um Alfa Romeo para as mãos com 300 mil quilómetros e disse-lhe: "Faz-te à vida." Desde então tem feito amizade com mecânicos e condutores de reboque por este país fora. Na nossa primeira reportagem, ficamos apeados na A1.