Räikkönen pede 12 milhões de euros para voltar à F1

Depois de ser dado como certo o regresso de Kimi Räikkönen à Fórmula 1, o banco do Qatar acabou por estragar os planos da Williams, desistindo de financiar este projeto.

Frank Williams que pretende contratar Räikkönen para o lugar de Rubens Barrichello vai ter de pensar duas vezes antes de contratar o finlandês para a sua equipa, já que Kimi Räikkönen exige 12 milhões de euros para voltar a conduzir um monolugar da F1.

Quem também está interessado nos serviços do piloto finlandês é a Lotus Renault, que procura um piloto de renome para ocupar o lugar de Robert Kubica, que dificilmente voltará à Fórmula 1 na próxima temporada.

A ver vamos no que irá dar esta novela…


Texto: Tiago Luís

Pub