E se o Citroën Ami tivesse nascido como um «mini-2CV»?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Design

E se o Citroën Ami tivesse nascido como um «mini-2CV»?

O design do Ami está bem longe do 2CV, mas o Citroën 2 Deuche Concept mostra-nos como poderia ser um Ami inspirado no passado.

São vários os exercícios de design que se dedicaram a imaginar como seria um Citroën 2CV dos tempos modernos e o mais recente deles todos é o Citroën 2 Deuche Concept, que foi concebido já tendo em vista a produção.

Criado pelo designer francês Jean-Louis Bui, o 2 Deuche Concept segue um «caminho» um pouco diferente de outros protótipos que tentaram reinventar o 2CV.

É que este “2CV” não é um automóvel, mas sim um quadriciclo e 100% elétrico, tal e qual o Ami.

A NÃO PERDER: O último dos… Citroën 2CV feitos «falava» português
Citroën 2 Deuche Concept, vista 3/4 traseira com teto aberto

Ou seja, imaginem um Citroën Ami com uma aparência retro, que seria um rival natural de propostas como o Microlino EV ou o Artega Karo-Isetta, ambos quadriciclos elétricos inspirados no BMW Isetta original.

O desenho «colado» ao do 2CV é evidente, mas conta com elementos herdados de outros modelos. Por exemplo, as jantes inspiram-se nas usadas pelo Acrea Zest, outro quadriciclo elétrico do qual foram produzidas 200 unidades.

Alguma vez será produzido?

Antes de mais, convém ressalvar que Jean-Louis Bui não trabalha para a Citroën, mas sim para a Protostyle, uma empresa francesa que se dedica, entre várias atividades, à fabricação de protótipos para diversos construtores.

Entre as criações da Protostyle encontramos protótipos como o Alpine A110-50 com que a marca celebrou os seus 50 anos, o DS Revival de 2020 ou o SM Revival, estes dois idealizados por Jean-Louis Bui.

Citroën 2 Deuche Concept, modelos vermelho e verde
Apesar de não haver planos para produzir o 2 Deuche Concept, o seu criador já o imaginou como «embaixador» dos Jogos Olímpicos de 2024 em Paris.

Tendo em tudo isto em conta, é pouco provável que o Citroën 2 Deuche Concept venha a tornar-se num modelo de produção, especialmente num modelo com o «selo» da Citroën.

Outra hipótese, mais realista, passa pela produção do 2 Deuche Concept com recurso ao chassis de um quadriciclo de outra marca que não a Citroën e sem qualquer referência direta à marca do “double chevron”.

Afinal, são vários os construtores de quadriciclos sediados em França — Aixam e Ligier são alguns deles — e já quase todos eles têm modelos 100% elétricos que poderiam servir de base para tornar real o protótipo idealizado por Jean-Louis Bui.

Acerca da possibilidade do citadino elétrico de dois lugares vir a ser produzido, a Protostyle limita-se a referir que “a industrialização e a passagem à produção do Citroën 2 Deuche Concept seriam fáceis”.

Sabe responder a esta?
De que marca era o motor que equipava o Citroën SM?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mais de 300 km/h num Citroën SM? Este consegue e é o mais rápido do mundo

Mais artigos em Notícias