Oficial. Lamborghini também a caminho de Le Mans mas só em 2024

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Oficial. Lamborghini também a caminho de Le Mans mas só em 2024

A Lamborghini acaba de confirmar a entrada na categoria Le Mans Daytona Hybrid em 2024. Já são sete os fabricantes confirmados.

A Lamborghini, através da Squadra Corse, a sua divisão de competição, acaba de confirmar que vai entrar na nova categoria de hipercarros híbridos de Le Mans, os chamados Le Mans Daytona Hybrid (LMDh), em 2024.

A entrada nesta categoria dá acesso ao World Endurance Championship (WEC) e ao IMSA WeatherTech SportsCar Championship (nos EUA), permitindo assim que a Lamborghini alinhe em corridas clássicas como as 24 Horas de Le Mans ou as 24 Horas de Daytona.

A marca com sede em Sant’Agata Bolognese ainda não divulgou o seu principal parceiro técnico para a construção do seu LMDh, mas sabe-se que a parceria com os franceses da Ligier Automotive — um dos quatro fabricantes licenciados para a construção de chassis para os carros de LMDh — deverá ser anunciada dentro de algumas semanas.

A NÃO PERDER: A minha primeira vez em Le Mans. Tão especial como tinha imaginado?
Lamborghini Squadra Corse
Giorgio Sanna, o “patrão” do desporto motorizado da Lamborghini.

Só nessa altura deverão ser conhecidos mais detalhes em torno do sistema motriz deste protótipo de LMDh da Lamborghini, que já sabe que terá a concorrência da Audi, Porsche, Acura, BMW, Cadillac e Alpine na mesma categoria.

“Vamos lutar contra os melhores, nas provas mais exigentes. Por um lado, isto dará ainda mais visibilidade ao nosso bem sucedido programa de desportos motorizados, mas também nos vai permitir testar tecnologias futuras: os nossos protótipos LMDh vão tornar-se o nosso mais sofisticado laboratório sobre quatro rodas”, disse Stephan Winkelmann, presidente e diretor executivo da Lamborghini.

LEIAM TAMBÉM: É assim que se conduz um Lancia LC2 de Le Mans na estrada

Recorde-se que a Lamborghini conta já com um programa de GT3 muito bem sucedido e que tem um conceito muito próximo daquele que a marca italiana deverá escolher para esta sua entrada no programa LMDh.

Por outras palavras, a Lamborghini deve fornecer os carros e o suporte técnico a uma equipa privada, evitando assim criar um programa de raiz.

Para melhor se perceber quais as diferenças entre estes LMDh e os LMH, vejam ou revejam este nosso vídeo de quando visitámos os bastidores da prova portuguesa do WEC:

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Lamborghini 350 GTV?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ferruccio vs Enzo: as origens da Lamborghini
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

Ferruccio vs Enzo: as origens da Lamborghini

Mais artigos em Notícias