Já sabemos onde vai ser produzido o crossover elétrico da Alpine

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Já sabemos onde vai ser produzido o crossover elétrico da Alpine

Para já conhecido como Alpine GT X-Over, o primeiro crossover da marca gaulesa será também o seu primeiro modelo 100% elétrico.

Um ano depois da apresentação do plano Renaulution, eis que surgem algumas novidades mais concretas acerca do futuro da Alpine, tendo sido revelado o local de produção do futuro Alpine GT X-Over, o inédito crossover elétrico da marca francesa.

O novo modelo gaulês será produzido na «casa» da Alpine, em Dieppe, com o anúncio a ter sido feito por Luca de Meo, diretor executivo do Grupo Renault, e Laurent Rossi, diretor executivo da Alpine,

Apresentado no início de 2021, o plano estratégico da Alpine engloba o lançamento de três modelos elétricos totalmente novos: um modelo compacto (hot hatch 100% elétrico com base no futuro Renault 5), o GT X-Over que hoje vos falamos e uma nova geração do A110, também 100% elétrico e a ser desenvolvido em parceria com a Lotus. Todos eles serão revelados até 2026.

LEIAM TAMBÉM: Alpine A110 ganha potência e… uma asa traseira em 2022
Alpine Dieppe
Luca de Meo, diretor executivo do Grupo Renault (à esquerda), e Bruno Le Maire, Ministro francês da Economia, Finanças e Recuperação.

A «casa» da Alpine

Inaugurada em 1969, a fábrica de Dieppe onde a Alpine vai produzir o GT X-Over faz parte da história da própria marca.

Renomeada “Manufacture Alpine Dieppe Jean Rédélé” em homenagem ao fundador da Alpine, Jean Rédélé, aquela unidade fabril vai agora ser alvo de um avultado investimento para que possa acolher a produção do novo modelo.

O objetivo passa por adaptar aquelas instalações à plataforma CMF-EV que vai servir de base ao novo modelo da Alpine, o seu primeiro 100% elétrico e ainda o primeiro automóvel movido a eletrões a ser fabricado na região da Normandia.

Acerca da escolha desta fábrica para a produção do GT X-Over, Laurent Rossi, afirmou: “O anúncio de que o próximo GT X-Over será produzido na Manufacture Alpine Dieppe Jean Rédélé é a prova de que o futuro continua e continuará a ser «escrito» num local de importância histórica para a Renault”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Notícias