Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Desde 95 360 euros

BMW M440i xDrive Cabrio testado. A dose certa de tudo

Um seis cilindros em linha com 374 cv, uma capota em lona que demora apenas 18s a abrir/fechar e uma imagem que não deixa ninguém indiferente. Eis o BMW M440i xDrive Cabrio e todos os seus trunfos e defeitos…

Quando o novo BMW Série 4 (G22) foi apresentado houve um tema a monopolizar todas as conversas: a enorme grelha dianteira com um duplo rim imponente. Agora, com a chegada do novo Série 4 Cabrio (G23), as atenções viraram-se para outro elemento polémico, pelo menos para alguns: a capota, que passou a ser em lona.

E essa é mesmo a principal novidade desta nova geração, que abandonou a solução da capota metálica do antecessor (e do último Série 3 Cabrio) e adotou uma capota de lona mais tradicional e, a meu ver, mais elegante.

Mais comprido, mais largo e mais alto (e mais pesado, mesmo tendo perdido a capota metálica…), o novo BMW Série 4 Cabrio está mais “Grand Tourer” do que nunca, mas será que isso “belisca” as credenciais desportivas deste modelo na versão M440i xDrive Cabrio?

A NÃO PERDER: Ainda com tração traseira. Tudo sobre o novo BMW Série 2 Coupé (G42)
BMW M440i xDrive Cabrio © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

Em termos de potência, só o novo BMW M4 Cabrio (e o M4 Competition Cabrio) supera este BMW M440i xDrive Cabrio na gama dos Série 4 descapotáveis da marca de Munique. A “culpa” é do seis cilindros em linha de 3.0 litros sobrealimentado a gasolina que produz 374 cv e 500 Nm.

As emissões de carbono deste teste serão compensadas pela BP
Saiba como pode compensar as emissões de carbono do seu automóvel Diesel, gasolina ou GPL.

E é logo aqui que começa o meu “encanto” por este M440i xDrive Cabrio, ou não fossem as motorizações de seis cilindros em linha parte da história da marca de Munique.

Bem sei que eram associadas a sistemas de tração traseira e este BMW M440i xDrive Cabrio apresenta-se — tal como o nome sugere — com tração integral, mas isso é algo que rapidamente esquecemos quando ouvimos o “cantar” deste bloco de seis cilindros, que tem personalidade para “dar e vender”.

Esta versão conta ainda com o auxílio de um sistema mild-hybrid de 48 V que “oferece” de forma momentânea mais 11 cv de potência.

Tudo isto é gerido por uma caixa Steptronic Sport de oito velocidades (com uma inédita função Sprint para acelerações ainda mais intensas) que nos permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4,9s e atingir os 250 km/h de velocidade máxima (limitada). São registos impressionantes para um “não-M”.

Um desportivo ou um GT?

Em linha reta este M440i xDrive Cabrio é monstruoso. A facilidade com que a potência é colocada no asfalto é notável e isso traduz-se num “colar de banco” bem mais impressionante do que os 374 cv de potência deixam antever.

E é precisamente nas linhas retas que este descapotável mais gosta de “viver”. Em curva, nota-se uma ligeira tendência para subvirar, ainda que no geral o diferencial M Sport (de série) e a suspensão adaptativa (opcional de 504 euros) façam um bom trabalho a controlar os 1965 kg do conjunto.

BMW M440i xDrive Cabrio
A imponente grelha dianteira está longe de ser unânime, mas uma coisa é certa: não passa despercebida! © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

É muito fácil andar rápido com este M440i xDrive Cabrio e numa estrada curvilínea é possível acompanhar propostas com responsabilidades desportivas muito superiores, quase sempre por “culpa” da tração que temos disponível e que nos deixa “esmagar” o pedal do acelerador quando passamos o meio da curva sem “temer” que a traseira ganhe vida própria.

LEIAM TAMBÉM: BMW M4 Competition Cabrio. 510 cv, tração integral e… cabelos ao vento

Mas se é isso que lhe permite ser tão rápido numa estrada de montanha também é isso que o impede de ser perfeito. Gostava que fosse ligeiramente mais ágil e que a traseira se mostrasse um pouco mais viva. Mas aqui somos “obrigados” a voltar ao início deste ensaio e a falar, novamente, da “caixa” onde podemos “arrumar” este descapotável.

BMW M440i xDrive Cabrio
O som deste 6 cilindros em linha é “música” para os nossos ouvidos… © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

E não tenho qualquer dúvida que ele deve ser visto — e apreciado! — como um GT de passeio, mesmo que nesta versão os 387 cv — e o som! — do seis cilindros em linha nos levem a querer vê-lo como um modelo mais desportivo.

A “arma” perfeita para uma fuga de fim de semana

É com a capota em baixo, ao “sabor” do vento, que este M440i xDrive Cabrio faz mais sentido. Não tanto como um “gerador de adrenalina”, mas mais como algo que nos ajuda a serenar os ânimos e a desfrutar do tempo, da estrada e da companhia.

A NÃO PERDER: Novo BMW M4 Competition (510 cv) testado. O último da espécie?

E podemos fazê-lo mesmo com temperaturas amenas, já que contamos com “mordomias” como o defletor de vento, os bancos (e volante) aquecidos e o sistema Air Collar, que consiste nuns orifícios no apoio de cabeça por onde sai ar quente (regulável em três níveis) dirigido à nossa nuca.

A bagageira, com 385 litros de capacidade (ou 300 litros com a capota recolhida), está longe de ser generosa mas tem o tamanho perfeito para uma “fuga de fim de semana”, que é como quem diz, duas malas médias. Face ao antecessor, os ganhos são significativos: oferecia apenas 220 litros com a capota aberta e 370 litros com a capota fechada.

Já os bancos traseiros continuam a ser um pouco “acanhados”: com o banco do condutor regulado para a minha posição de condução — tenho 1,83 m — não sobra muito espaço para as pernas de quem viaja atrás.

Descubra o seu próximo carro

Mas quando se fartarem de andar “a céu aberto” a boa notícia é que a capota de acionamento elétrico demora apenas 18s a abrir ou a fechar, num processo que pode ser feito a velocidades de até 50 km/h. E aqui, regista-se novamente uma evolução notável face ao Série 4 Cabrio da geração anterior, que demorava 32s a completar o processo e não podia ser a mais de 15 km/h.

BMW M440i Cabrio
Capota em lona demora apenas 18s a abrir/fechar.

Continuando na “temática” da capota, é preciso destacar o trabalho que a BMW fez ao nível do isolamento acústico e térmico.

Para isso muito contribui o facto de esta não ser uma capota de lona tradicional, já que por baixo do tecido (disponível em dois tons, preto e prata antracite) “escondem-se” painéis rígidos, solução que, diz a BMW, permite o melhor de dois mundos: a força da capota metálica com o apelo visual da capota de lona.

BMW M440i xDrive Cabrio
A “assinatura” BMW M também se faz sentir nos para-choques, que adotam entradas de ar mais agressivas. © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

E os consumos?

A ritmo de “passeio” o seis cilindros em linha deste M440i xDrive Cabrio consegue “controlar-se” e deixa-nos fazer médias em torno dos 8,5 l/100 km em autoestrada, registo que sobe para perto dos 9,5 l/100 km em cidade.

LEIAM TAMBÉM: Novo BMW M3 Competition (G80). Este ou um Giulia Quadrifoglio?

Quando subimos o ritmo, os consumos acompanham a “viagem”, claro está: é muito fácil fazer picos de 14,5 ou 15 l/100 km. No final deste ensaio registava uma média de 11,6 l/100 km.

BMW M440i xDrive Cabrio © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

É o carro certo para si?

O BMW M440i xDrive Cabrio é um descapotável vistoso, mas que também sabe ser elegante. E se isso serve para descrever a imagem exterior, também faz sentido quando o tema é o motor e a mecânica.

A NÃO PERDER: BMW Série 4 Cabrio. Todos os preços para Portugal

É certo que o “cunho” da BMW M lhe acrescenta responsabilidades desportivas, ainda para mais porque debaixo do nosso pé direito estão 374 cv prontos para serem acordados a qualquer momento. Mas este M440i xDrive Cabrio é muito mais do que um automóvel para andar rápido ou para fazer derivas de traseira.

BMW M440i xDrive Cabrio © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

É, mais do que nunca, um GT de passeio, que procura oferecer uma experiência de condução completa e que toca em vários pontos distintos.

Claro que o seis cilindros em linha, a sua “nota musical” e o “poder e fogo” — nomeadamente em reta — são uma parte muito importante dessa experiência, mas há muito mais: o capô longo, a capota de lona (sobretudo quando está recolhida), os bancos M que nos “abraçam”, o fantástico sistema de som surround Harman/Kardon…

LEIAM TAMBÉM: 620 cv para começar. Manhart “deitou as mãos” aos novos BMW M3 e M4

Por tudo isto, acabo como comecei, a escrever o que disse no título: este BMW M440i xDrive Cabrio tem a dose certa de tudo. Convence quando queremos subir o ritmo numa estrada de montanha e exploramos os 374 cv deste fantástico motor, sabe ser requintado quando o que nos apetece é aproveitar o sol e o calor e também consegue ser elegante e confortável numa “tirada” mais longa no fim de semana.

BMW M440i xDrive Cabrio © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

Está longe de ser barato, conta com alguns opcionais que podiam (e deviam!) estar disponíveis de série e não oferece grande espaço ao nível dos bancos traseiros e da bagageira.

Mas para quem procura uma proposta deste tipo não há opções muito superiores no mercado. E isso, só por si, ajuda a justificar o preço que a BMW pede por ele.

Preço

unidade ensaiada

113.148

Versão base: €95.360

IUC: €567

Classificação Euro NCAP:

  • Motor
    • Arquitectura: 6 cilindros em linha
    • Capacidade: 2998 cm3
    • Posição: Dianteira longitudinal
    • Carregamento: Injeção direta + Turbo + Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c., 4 válv. por cil. (24v)
    • Potência: 374 cv entre as 5500-6500 rpm
    • Binário: 500 Nm entre as 1900-5000 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Integral
    • Caixa de velocidades: Automática de 8 velocidades
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4770 mm / 1852 mm / 1394 mm
    • Distância entre os eixos: 2851 mm
    • Bagageira: 385 litros
    • Jantes / Pneus: FR: 225/40 R19; TR: 255/35 R19
    • Peso: 1965 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 7,8 l/100 km
    • Emissões de CO2: 177 g/km
    • Vel. máxima: 250 km/h (eletronicamente limitada)
    • Aceleração: 4,9s
  • Garantias
    • Pintura e corrosão: Pintura: 3 anos; Anti-Corrosão:12 anos
    • Mecânica: 2 anos sem limite de km
    • Reviews Interval: 30 000 km
  • Equipamento
    • BMW Live Cockpit Professional
    • Assistente de estacionamento
    • Travões desportivos M
    • Direção desportiva variável
    • Suspensão desportiva M
    • Pack aerodinâmico M
    • Frisos exteriores Shadow Line BMW M
    • Pack de arrumação
    • Painel de instrumentos em Sensatec
    • Luz ambiente interior
    • Ar condicionado automático
    • Volante desportivo M em pele
    • Monitorização da pressão dos pneus
    • Proteção Ativa
    • Cruise Control com função de travagem
    • Espelho retrovisor interior com função automática antiencadeamento
Extras
Pintura Azul Tanzanite metalizada — 1666 €; Jantes M 19'' e pneus performance — 1747 €; Suspensão adaptativa — 504 €; Faróis BMW Individual Shadow Line — 252 €; Banco com ventilação ativa — 756 €; Acabamento galvanizado dos comandos — 89 €; Sistema de som Surround Harman/Kardon — 756 €; Frisos interiores BMW Individual com acabamento de alumínio de alto brilho — 463 €; Pack Comfort (inclui: Volante aquecido, Sistema de acesso Comfort, Defletor de vento, Apoio lombar para bancos dianteiros, Bancos dianteiros aquecidos e Air Collar)— 1626 €; Assistente de condução Profissional — 1178 €; Pack Innovation (Alarme antirroubo, Assistente das luzes de máximos e BMW Laserlight) — 4024 €; Assistente de estacionamento Plus — 422 €; Pack Connectivity (inclui: Conectividade aparelhos móveis, Bluetooth e USB com carregamento wireless) — 382 €.
Avaliação
8 / 10
Não é um GT "puro e duro" nem é um desportivo. Mas apesar de ser difícil classificá-lo, este BMW M440i xDrive Cabrio é bom a fazer várias coisas distintas: tanto nos deixa adotar um ritmo de passeio e desfrutar da estrada, do bom tempo e da companhia, como nos permite "subir o ritmo" e explorar os 374 cv que ele tem para oferecer. E a isto ainda temos de somar a "nota musical" do seis cilindros em linha, os acabamentos do habitáculo e a imagem exterior, que apesar de não ser unânime, tem uma presença muito forte em estrada.
  • Motor
  • Capota em lona
  • Acelerações
  • Imagem exterior
  • Capacidade da bagageira
  • Espaço nos bancos traseiros
  • Longa lista de opcionais
Sabe responder a esta?
Qual era a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Testes, Ensaio