Apresentação

Este é o novo BMW Série 4 Cabrio. O adeus à capota metálica

Depois do controverso coupé, chegou a vez de conhecer a variante sem teto, o BMW Série 4 Cabrio, que trouxe de volta a capota de lona.

Sim, o novo BMW Série 4 Cabrio (G23) herdou, como seria de esperar, o imponente duplo rim que marca a dianteira do Série 4 Coupé e dos novos M3 e M4, tópico que tem dominado praticamente todas as discussões acerca da nova geração.

Porém, o Série 4 Cabrio destaca-se para lá do seu nariz. É a capota, a sua razão de ser, a ser o centro das atenções, com a nova geração a abandonar a solução de capota metálica do antecessor (e do último dos Série 3 Cabrio).

A nova capota

Apesar de o parecer, não é uma capota de lona “pura”. De facto, por baixo do revestimento em tecido (disponível em dois tons, preto e prata antracite) “escondem-se” painéis rígidos, solução que, diz a BMW, permite o melhor de dois mundos: a força da capota metálica com o apelo visual da capota de lona.

VÊ TAMBÉM: Este é o novo BMW Série 4 Coupé e já sabemos quanto vai custar em Portugal

Um dos benefícios desta solução é o da nova capota ser 40% mais leve, com a BMW a anunciar níveis de isolamento acústico e térmico (várias camadas de material isolante) muito superiores a uma convencional capota de lona.

De operação elétrica, a capota do novo BMW Série 4 Cabrio abre e fecha em 18s e podemos o fazer até velocidades de 50 km/h.

BMW Série 4 Cabrio
VÊ TAMBÉM: BMW 840d xDrive Cabrio testado em vídeo. Diesel faz sentido?

Mais espaço para bagagens e mais rigidez estrutural

Como é necessário espaço para arrumar a capota, a bagageira do descapotável vê-se reduzida em relação à do Série 4 Coupé. São anunciados entre 300 l e 385 l (capota aberta/fechada) contra 440 l. Ainda assim, são valores que significam ganhos em relação ao antecessor, que se ficava por uns bem mais comedidos 220-370 l nas mesmas medições.

Outro dos “pecados” deste tipo de descapotáveis é o de não conseguirem ser tão estruturalmente rígidos como os seus “irmãos” fechados, consequência da ausência de um teto.

Para atenuar essa perda, a BMW não só reforçou a estrutura em pontos chave como adicionou uma placa de alumínio no fundo do carro e as saias laterais são agora mais rígidas. Em relação ao antecessor, a rigidez torsional cresce em 4%.

TENS DE VER: Lembras-te quando as capotas metálicas eram a “última bolacha do pacote”?

Por baixo do capô

De resto, tudo o que vimos no Série 4 Coupé é replicado no novo BMW Série 4 Cabrio, sejam ao nível dos equipamentos tecnológicos e de segurança, como ao nível das motorizações.

BMW Série 4 Cabrio

Assim sendo, o novo BMW Série 4 Cabrio chegará ao mercado em março de 2021 com duas motorizações a gasolina e uma Diesel, ambas de quatro cilindros, com a gama a ser encimada, para já, pelo M440i xDrive, de seis cilindros em linha. As motorizações:

  • 420i — 2.0 l, 4 cilindros, 184 cv e 300 Nm
  • 430i — 2.0 l, 4 cilindros, 258 cv e 400 Nm
  • M440i xDrive — 3.0 l, 6 cilindros, 374 cv e 500 Nm
  • 420d — 2.0 l, 4 cilindros, 190 cv e 400 Nm
  • 430d — 3.0 l, 6 cilindros, 286 cv e 650 Nm (final de 2021)
  • M440d xDrive — 3.0 l, 6 cilindros, 340 cv e 700 Nm (final de 2021)

Todas as motorizações Diesel e o M440i xDrive estão ainda associados a um sistema mild-hybrid de 48 V.

M Sport
Como é habitual, para quem quer um Série 4 Cabrio com imagem mais aguerrida, optará pelas versões M Sport, que recebem novos para-choques, jantes de 18" (ao invés de 17"), bancos desportivos e também uma suspensão de acerto mais desportivo.

A única transmissão disponível é a caixa automática de oito velocidades Steptronic, estando disponível ainda a Steptronic Sport (de série nas versões BMW M e M Sport, opcional nas restantes), cuja ação é mais rápida e adiciona umas patilhas para selecionar relações de caixa por detrás do volante.

O destaque vai para a sua função Sprint, que permite maximizar a performance disponível em acelerações repentinas ou ultrapassagens.

Especificidades

Apesar de partilhar praticamente tudo com o Série 4 Coupé, o novo Série 4 Cabrio, devido às suas características únicas traz certos opcionais obviamente exclusivos.

Um deles é um para-vento, amovível, mesmo com a capota fechada, e que pode ser facilmente arrumado num saco próprio que é colocado por detrás dos bancos traseiros que permitem rebater as costas.

O outro opcional são saídas de ventilação nos bancos dianteiros, ao nível do pescoço permitndo aquecê-lo… uma espécie de cachecol virtual, que certamente fará da condução do descapotável no inverno uma opção mais agradável.

BMW Série 4 Cabrio
VÊ TAMBÉM: Estes são os renovados Mercedes-Benz Classe E Coupé e Cabrio 2021

Quando chega?

Como já referimos, o lançamento está previsto para 2021, em março, não tendo sido avançadas informações sobre a composição da gama nacional e os seus preços.

BMW Série 4 Cabrio

 

Mais artigos em Notícias