Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Peugeot 308 SW. Tudo sobre a versão “mais desejada”

Com uma bagageira com 608 litros de capacidade, a Peugeot 308 SW apresenta-se como a versão mais familiar da gama do compacto gaulês.

Os SUV até podem ter “roubado” protagonismo às carrinhas nos últimos anos, contudo estas continuam a representar uma “fatia” importante do mercado e por isso mesmo a nova geração do 308 não abdicou da mais familiar Peugeot 308 SW.

Como é habitual, da dianteira até ao pilar B não há diferenças entre a carrinha e o hatchback, estando estas reservadas para a secção posterior. Por lá, o maior destaque acaba mesmo por ser o desaparecimento da faixa preta que atravessa o portão traseiro.

A justificação para a sua ausência foi-nos dada por Benoit Devaux (diretor do projeto 308 SW): “a ideia era criar uma maior diferenciação entre a berlina e a carrinha e, por outro lado, aumentar a zona de chapa no portão traseiro para gerar a ideia de que escondia uma bagageira bem ampla”. Por falar na bagageira, esta apresenta-se com 608 litros de capacidade.

A NÃO PERDER: Já conduzimos o novo Peugeot 308. Tem argumentos para liderar?
Peugeot 308 SW
Vista de frente a 308 SW é idêntica à berlina.

Crescer para (quase) todos os lados

Baseada na plataforma EMP2, a Peugeot 308 SW cresceu não só face à sua antecessora como em relação à berlina. Face ao hatchback que já conhecemos a 308 SW viu a distância entre eixos crescer 55 mm (mede 2732 mm) e o comprimento total ascender aos 4,64 m (contra os 4,37 m da berlina).

Face à antecessora, a nova carrinha da gama 308 é 6 cm mais comprida e, como seria de esperar, 2 cm mais baixa (mede 1,44 m de altura). Já a largura de vias manteve-se praticamente inalterada (1559 mm contra 1553 mm). Por fim, o coeficiente aerodinâmico fixa-se nuns impressionantes 0,277.

Peugeot 308 SW
O Guilherme Costa já teve oportunidade de conhecer ao vivo a nova 308 SW e primeiro contacto estará disponível no nosso canal de YouTube muito brevemente.

Interior mais versátil mas visualmente idêntico

No capítulo estético, o interior da Peugeot 308 SW é em tudo igual ao da berlina. Desta forma os maiores destaques são o ecrã central de 10” com o novo sistema de infoentretenimento “PEUGEOT i-Connect Advanced”, o painel de instrumentos digital 3D com um ecrã de 10” e os comandos i-toggle que substituíram os comandos físicos.

Assim, as diferenças resumem-se à versatilidade permitida pelo rebatimento da segunda fila de bancos em três secções (40/20/40). Curiosamente, apesar da maior distância entre eixos face à berlina o espaço para as pernas nos lugares traseiros é idêntico nas duas silhuetas, uma vez que o foco na carrinha passou por aproveitar o espaço extra para privilegiar a capacidade da bagageira.

VEJAM TAMBÉM: Novo Peugeot 508 PSE (360 cv). TRÊS MOTORES no Peugeot de produção mais potente de sempre

E os motores?

Como seria de esperar, a oferta de motorizações da Peugeot 308 SW é em tudo idêntica à que encontramos no hatchback cujo exemplar de pré-serie já pudemos testar.

Desta forma, a oferta é composta por motorizações a gasolina, Diesel e híbridas plug-in. A oferta híbrida plug-in recorre ao motor a gasolina 1.6 PureTech — de 150 cv ou 180 cv — que surge associado a um motor elétrico sempre de 81 kW (110 cv). No total há duas versões, sendo que ambas recorrem à mesma bateria de 12,4 kWh:

  • Hybrid 180 e-EAT8 — 180 cv de potência máxima combinada, até 60 km de autonomia e emissões de CO2 de 25 g/km;
  • Hybrid 225 e-EAT8 — 225 cv de potência máxima combinada, até 59 km de autonomia e emissões de CO2 de 26 g/km.

Já a oferta exclusivamente a combustão assenta nos nossos já bem conhecidos motores BlueHDI e PureTech:

  • 1.2 PureTech — 110 cv, caixa manual de seis velocidades;
  • 1.2 PureTech — 130 cv, caixa manual de seis velocidades;
  • 1.2 PureTech — 130 cv, caixa automática (EAT8) de oito velocidades;
  • 1.5 BlueHDI — 130 cv, caixa manual de seis velocidades;
  • 1.5 BlueHDI — 130 cv, caixa automática (EAT8) de oito velocidades.
Peugeot 308 SW
Na traseira a faixa que une os faróis em LED desapareceu.

Produzida em Mulhouse, em França, a Peugeot 308 SW verá as suas primeiras unidades chegarem a Portugal no início de 2022. Para já os preços da mais recente variante do 308 em Portugal continuam a ser uma incógnita.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Peugeot 405?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

E dura, dura, dura… o Peugeot 405 continua a ser produzido

Mais artigos em Notícias