Fotos-espia

Fotos-espia antecipam Ford Fiesta renovado ainda este ano

O Ford Fiesta prepara-se para receber uma atualização ainda este ano, como estas fotos-espia, em exclusivo nacional, mostram.

Lançado em 2017 e com fortes e mais recentes rivais para enfrentar, o Ford Fiesta já começava a clamar por uma atualização mais substancial. Como estas fotos-espia mostram, parece que vem a caminho.

Com chegada prevista ao mercado para o final de 2021, o Fiesta promete atualizações estilísticas e tecnológicas. O protótipo de testes apanhado na rua é o de um Fiesta Active, a versão de “calças arregaçadas” do utilitário.

Apesar de estar totalmente camuflado, as grandes diferenças para o modelo atual concentrar-se-ão na dianteira, onde é possível ver uma nova grelha (aparentemente mais baixa) e um novo para-choques. Atrás as diferenças parecem ser, de momento, inexistentes. Por dentro não se esperam grandes diferenças para o modelo atual.

VEJAM TAMBÉM: Ford anuncia passos para alcançar a neutralidade carbónica em 2050
fotos-espia Ford Fiesta 2021 © Razão Automóvel

Tendo sido reforçado o ano passado com motorizações EcoBoost mild-hybrid, já em conformidade com a norma Euro6D, não são esperadas novidades ao nível das motorizações. Na realidade, o número de motorizações no Fiesta até deverá reduzir-se, não se prevendo que a motorização Diesel faça parte da futura e reestilizada gama.

Em relação ao Ford Fiesta ST — que tem um rival de peso no novo Hyundai i20 N —, também tudo aponta para que seja atualizado e permaneça em comercialização até ao final da carreira do utilitário que se prolongará até, estima-se, 2024.

Ford Fiesta, que futuro?

Recentemente ficámos a conhecer os planos da Ford para a Europa, em que a marca norte-americana afirmou que, a partir de 2030, todos os seus modelos vendidos no “velho continente” serão 100% elétricos. O que significará essa decisão para o futuro do Fiesta?

Sabemos que a partir de 2023 será iniciada a produção de um novo modelo 100% elétrico na fábrica de Colónia, Alemanha, a mesma (e única) que produz o Fiesta. Porém, esse modelo elétrico é o que resulta da parceria com a Volkswagen, ou seja, derivará da plataforma MEB, a mesma do ID.3. Logo, estamos a falar de um modelo de maiores dimensões, similar a um Focus e não a um Fiesta.

Tendo em conta o calendário da Ford para a sua total eletrificação na Europa, ainda é possível “encaixar” na agenda um sucessor do Fiesta com motorizações parcialmente eletrificados (híbrido), o que se traduziria numa carreira comercial de seis anos (começando em 2024), ou seja, o normal que vemos na indústria.

fotos-espia Ford Fiesta 2021 © Razão Automóvel

Será que a Ford o fará? Ou a marca arriscará tudo num sucessor apenas e só elétrico? Haverá um sucessor?

VEJAM TAMBÉM: Novo elétrico da Ford em 2023 pode ditar o fim do Ford Fiesta

Mais artigos em Notícias