Tecnologia

Urban Air Port Air-One. Hyundai Motor Group apoia a criação de aeroporto para drones

Desenvolvido com o apoio do Hyundai Motor Group, o Urban Air Port Air-One venceu o "Future Flight Challenge", um programa governamental do Reino Unido.

Com os “olhos” postos no futuro da mobilidade urbana o Hyundai Motor Group uniu-se ao Urban Air Port (seu parceiro de infraestruturas) e o esforço conjunto das duas empresas começa a dar frutos.

O primeiro resultado deste esforço conjunto é o Urban Air Port Air-One, que acaba de vencer o “Future Flight Challenge”, um programa governamental do Reino Unido.

Ao vencer este programa, projeto Air-One vai unir o Hyundai Motor Group, o Urban Air Port, o Coventry City Council e o governo britânico com um objetivo: mostrar o potencial da mobilidade aérea urbana.

VÊ TAMBÉM: Porsche e Hyundai apostam nos carros voadores, mas Audi dá passo atrás
Urban Air Port Hyundai Motor Group

Como é que o vai fazer?

Tal como nos relembra Ricky Sandhu, Fundador e Presidente Executivo da Urban Air Port: “Os automóveis precisam de estradas. Os comboios de carris. Os aviões de aeroportos. Os eVTOLS irão precisar de Urban Air Ports”.

Ora, é precisamente a essa necessidade que o Air-One visa responder, estabelecendo-se como a primeira plataforma do mundo totalmente operacional para aeronaves elétricas de descolagem e aterragem vertical (ou eVTOL) como drones para transporte de mercadorias e táxis aéreos.

Ocupando um espaço 60% inferior ao de um heliporto tradicional, é possível instalar um Urban Air Port em poucos dias, tudo isto sem quaisquer emissões de carbono. Capazes de suportar qualquer eVTOL e pensados para complementar outros meios de transporte sustentáveis, estes “mini-aeroportos” contam com uma construção modular que lhes permite que sejam facilmente desmontados e transportados para outros locais.

VÊ TAMBÉM: Fogo de artifício e 303 drones mostram o novo logótipo da Kia

Onde entra o Hyundai Motor Group?

O envolvimento do Hyundai Motor Group em todo este projeto vai ao encontro dos planos da empresa sul-coreana para criar a sua própria aeronave eVTOL.

De acordo com os planos do Hyundai Motor Group, a meta passa por comercializar o seu eVTOL até 2028, sendo esta uma das razões por trás do seu apoio ao desenvolvimento do Air-One.

Acerca disto, Pamela Cohn, Diretora Operacional da Urban Air Mobility Division do Hyundai Motor Group, afirmou: “À medida que vamos avançado com o nosso programa de aeronaves eVTOL, o desenvolvimento de infraestruturas de apoio é imperativo”.

O que aí vem?

Após ter garantido o financiamento para o Air-One, o próximo objetivo do Urban Air Port passa por angariar mais investidores para acelerar a comercialização e disseminação deste “mini-aeroporto”.

A meta da empresa parceira do Hyundai Motor Group é desenvolver mais de 200 locais idênticos ao Air-One nos próximos cinco anos.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Hyundai Tucson Hybrid?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

TUDO NOVO! Testámos o arrojado e inédito Hyundai Tucson Hybrid

Mais artigos em Notícias