Mercado

Produção acabou em 2017, mas foram vendidos 2 Dodge Viper novos este ano

O Dodge Viper viu a sua produção terminar em 2017, mas no último trimestre venderam-se duas unidades do musculado desportivo norte-americano.

Nos EUA, o relatório de vendas publicado pela FCA (Fiat Chrysler Automobiles) do último trimestre (julho-setembro) revelou uma surpresa: venderam-se dois Dodge Viper novos.

Surpresa pois a produção do desportivo norte-americano terminou há três anos, em 2017! A última unidade a sair da linha de produção até chegou a ser leiloada juntamente com a última unidade do Demon, por um milhão de dólares.

Mas não foi apenas este ano que o Dodge Viper surgiu nas tabelas de vendas após o término da sua produção. Em 2018 venderam-se 19 unidades do coupé e em 2019, foram cinco as unidades vendidas. Como se explica?

TENS DE VER: O quê?! Pelo menos 12 Lexus LFA novos ainda estão por vender
Dodge Viper

Bem, ou estas unidades tiveram o azar de não conseguir encontrar comprador ao fim deste tempo todo, ou então foram os próprios pontos de venda que os guardaram propositadamente à espera que o Viper valorizasse no mercado.

De momento é impossível saber o que motivou a venda destas duas unidades e qual o valor dado por elas, mas por outro lado é bom saber que estes Viper encontraram “casa” e podem ser devidamente usufruídos.

Dodge Viper

Apesar de nunca ter sido conhecido pela sua finesse, o Dodge Viper continua a ser um dos desportivos norte-americanos mais marcantes de sempre, de forte caráter. O coupé bi-lugar (nasceu como roadster) caracterizava-se pelas suas musculadas formas e enorme motor, uma espécie de muscle car exarcebado.

Por baixo do seu longo capô nunca esteve outro motor que não um V10 naturalmente aspirado, que começou nuns “modestos” 8,0 l de capacidade e terminou a sua carreira — de 25 anos, distribuídos por três gerações — com 8,4 l. Também a potência foi sempre a crescer, desde os 400 cv até aos 649 cv.

V10 Viper
TENS DE VER: Não parecem, mas estes desportivos são Dodge Viper “mascarados”

Mais surpresas

O relatório de vendas da FCA revelou mais algumas surpresas, como a venda de um Dodge Dart, quatro Chrysler 200 e até um Jeep Patriot, modelos que deixaram de ser produzidos em 2016.

Tudo modelos da era do incontornável Sergio Marchionne, que liderava os destinos da FCA, falecido em 2018. Fica a conhecer os carros que marcaram a sua era:

RECORDAR: O bom, o mau e o vilão. Os carros que marcaram a era Marchionne

Mais artigos em Notícias