Apresentação

Revelado. Fica a saber tudo sobre o novo Citroën C4 (e ë-C4)

Com versões elétricas, Diesel e a gasolina e uma forte aposta no conforto, o Citroën C4 está de regresso com grandes ambições. Fica a conhecê-lo.

Depois de há umas semanas te termos revelado as primeiras imagens do novo Citroën C4 (e do ë-C4, a variante elétrica), hoje trazemos-te todas as novidades acerca do familiar gaulês.

Destinado a substituir o C4 Cactus, o novo C4 partilha com este o visual crossover mas perde o “Cactus” do nome.

Ainda no capítulo estético, o novo segmento C da Citroën adota a nova linguagem de design da marca, com uma assinatura luminosa dianteira em “V”, uma solução usada pelos protótipos CXPerience Concept, Ami One Concept e 19_19 Concept e pelo revisto C3.

VÊ TAMBÉM: As saudades que eu tenho do Citroën Saxo Cup
Citroen C4

Com 4360 mm de comprimento, 2670 mm de distância entre eixos, 1800 mm de largura e 1525 mm de altura, o novo C4 apresenta-se como uma espécie de “mistura” entre o conceito SUV/crossover e coupé.

Conforto, a aposta de sempre

Fazendo jus aos pergaminhos da marca, o novo Citroën C4 aposta forte no conforto. Para tal, conta com as “Progressive Hydraulic Cushions” (batentes hidráulicos progressivos) e com bancos Advanced Comfort.

VÊ TAMBÉM: Anti-Citroën Ami. Triggo, o quadriciclo que consegue ficar mais estreito
Citroen C4
Eis os bancos Advanced Comfort do novo C4.

Quanto ao interior, as linhas são minimalistas e a aposta na tecnologia é clara, havendo dois pontos que se destacam: o ecrã central ultrafino de 10’’ e sem rebordos e o Smart Pad Support.

Citroen C4

Este inédito sistema de suporte retrátil surge integrado no tablier e permite ao passageiro (o “pendura”) fixar um tablet no tablier.

Citroen C4
O Smart Pad Support é uma das grandes novidades do novo Citroën C4.

Ainda no capítulo da aposta tecnológica, o novo Citroën C4 conta, por exemplo, com um carregador de smartphone sem fios, com Android Auto e Apple CarPlay e com quatro entradas USB duas à frente e duas atrás, sendo que, destas, duas delas são USB C.

Por fim, no que diz respeito ao espaço, o C4 apresenta-se com uma bagageira com 380 litros de capacidade (e piso duplo) e faz uso dos 2670 mm de distância entre eixos para garantir boas cotas de habitabilidade.

A NÃO PERDER: Testámos o Citroën C5 Aircross. SUV com perfil de MPV

Os motores de combustão

Como já te dissemos, a gama do novo Citroën C4 é composta por versões elétricas, Diesel e a gasolina.

Entre os motores a gasolina, há quatro opções: PureTech 100 e PureTech 130 com 100 e 130 cv respetivamente e caixa manual de seis velocidades e PureTech 130 e PureTech 155 com 130 e 155 cv e caixa automática de oito velocidades.

Já a oferta Diesel assenta nos BlueHDi 110 e BlueHDi 130 com 110 e 130 cv respetivamente. O primeiro surge associado a uma caixa manual de seis relações enquanto o segundo conta com uma caixa automática de oito velocidades.

VÊ TAMBÉM: Esquece o antigo. Este é o novo Opel Mokka
Citroen C4

O Citroën ë-C4

Por fim, é altura de te falarmos acerca do Citroën ë-C4, a versão elétrica do novo segmento C da Citroën e aquela acerca da qual há mais informações.

Com um motor elétrico de 136 cv (100 kW) e 260 Nm alimentado por uma bateria com 50 kWh de capacidade, o novo ë-C4 conta com 350 km de autonomia (ciclo WLTP).

VÊ TAMBÉM: Citroën ë-Jumpy. Eletrificação chega aos comerciais
Citroen e-C4

Dotado de três modos de condução (Eco, Normal e Sport), este é capaz de atingir os 150 km/h de velocidade máxima e os 100 km/h em 9,7s (em modo Sport).

Já no que diz respeito aos tempos de carregamento, são os seguintes:

  • Num posto público de 100 kW: demora até 80% em 30 minutos (conseguem-se 10 km de autonomia por minuto);
  • Numa Wallbox de 32 A: demora entre 5 horas (num sistema trifásico com o carregador opcional de 11 kW) e 7h30 (sistema monofásico).
  • Numa tomada doméstica: demora entre 15 horas (numa tomada reforçada de 16 A do tipo Green’up Legrand) e mais de 24 horas (tomada normal).
Citroen e-C4

Segurança acima de tudo

Além da forte aposta na tecnologia de entretenimento a bordo, o novo Citroën C4 aposta também bastante nos sistemas de segurança e ajuda à condução, contando com 20 sistemas deste género.

Citroen e-C4

No campo da segurança destacam-se sistemas como o Active Safety Brake, alerta de risco de colisão e pós-colisão Safety Brake, sistema de vigilância de ângulo morto, alerta ativo de transposição involuntária da Faixa, cruise control adaptativo com função Stop & Go, entre muitos outros.

Já para assegurar um maior nível de comodidade a bordo, o C4 conta com sistemas como o acesso e arranque mãos livres, Head-up display a cores, travão de estacionamento elétrico, ajuda ao estacionamento lateral, câmara de marcha-atrás ou a ajuda aos arranques em subida.

VÊ TAMBÉM: Fomos a Paris ver o pequeno e elétrico Citroën Ami. Será este o futuro dos citadinos?

Quando chega?

Com o arranque das encomendas marcado para o verão, as primeiras unidades do novo Citroën C4 deverão chegar a Portugal em dezembro, não sendo ainda conhecidos os seus preços.

Sabes responder a esta?
Qual era a potência do Citroën BX 4TC?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Citroën BX 4TC: o carro de ralis que a Citroën quis esquecer

Mais artigos em Notícias