Eletrificação

Volkswagen Beetle e T1 ‘Samba Bus’ eletrificam-se pela mão da eClassics

Em conjunto com a Volkswagen, a eClassics decidiu eletrificar dois dos maiores clássicos da marca alemã: o Volkswagen Beetle e a T1 "Samba Bus".

Depois de há umas semanas te termos dado a conhecer a radical versão eletrificada do Alfa Romeo Giulia GT Junior, hoje trazemos-te mais dois clássicos eletrificados, o Volkswagen Beetle e a T1 “Samba Bus”.

Duas propostas que até ganharam o suporte oficial da própria Volkswagen, também estando envolvida na transformação de dois dos seus modelos mais emblemáticos em veículos elétricos.

Uma criação só possível graças à parceria formada entre a Volkswagen e a empresa eClassics.

VÊ TAMBÉM: Não há Salão de Genebra? Volkswagen mostra-nos o seu salão… virtual
Volkswagen Beetle eletrico

O primeiro a ver a luz do dia foi o Volkswagen Beetle, tendo até estado em exposição na edição do ano passado do Salão de Frankfurt.

Já a versão elétrica da “Pão de Forma” era suposto ter sido revelada na edição deste ano do salão Techno Classica em Essen. No entanto, o cancelamento do evento fez com que esta ocorresse de forma virtual.

Volkswagen 'Pão de Forma'

O Volkswagen Beetle elétrico

Para eletrificar o icónico Beetle, a Volkswagen e a eClassics recorreram à mecânica usada pelo pequeno e-Up!. Assim sendo, o Volkswagen Beetle elétrico conta com um motor elétrico de 82 cv alimentado por um conjunto de baterias composto por 14 módulos com uma capacidade total de 36,8 kWh.

Com uma autonomia de cerca de 200 km, o Beetle elétrico pode ser recarregado de forma rápida, sendo que desta forma, em cerca de uma hora ganha cerca de 150 km de autonomia.

Apesar de ter visto o peso aumentar para os 1280 kg (razão pela qual o chassis e os travões foram reforçados), este Beetle passou a contar com melhores prestações — aliás, nunca um Carocha de produção foi tão potente. Os 50 km/h chegam em menos de 4s, os 80 km/h em pouco mais de 8s e a velocidade máxima é de 150 km/h.

Volkswagen Beetle eletrico
VÊ TAMBÉM: Esboço antecipa nova Volkswagen Amarok, a “irmã” da futura… Ford Ranger

A Volkswagen T1 “Samba Bus”

Tal como acontece com o Volkswagen Beetle, também a versão elétrica da famosa “Pão de Forma” conta com 82 cv contando com um binário de 212 Nm, valores bem superiores aos 44 cv e 102 Nm originais.

Volkswagen 'Pão de Forma'
VÊ TAMBÉM: O Volkswagen Golf já chegou a Portugal. Todos os preços

Tal como como a mecânica original, a máquina elétrica surge montada na traseira. Já ao nível das baterias (montadas no piso em zona central) estas contam com 45 kWh de capacidade.

Estas permitem uma autonomia de 200 km e podem ser carregadas até 80% em apenas 40 minutos recorrendo a um carregador de 50 kW.

Volkswagen 'Pão de Forma'

Já ao nível das prestações, a velocidade máxima da Volkswagen T1 “Samba Bus” passou a ser de 130 km/h (limitada eletronicamente) face aos 105 km/h da versão a gasolina.

Tal como o Volkswagen Beetle, também a “Pão de Forma” viu o chassis ser alvo de uma atenção especial. Assim, recebeu uma nova direção, suspensão multi-link à frente e eixo traseiro com amortecedores ajustáveis e ainda quatro discos ventilados.

VÊ TAMBÉM: Elétricos. CEO da Volkswagen em “corrida aberta” contra a Tesla
Volkswagen 'Pão de Forma'

Para os eventuais interessados as versões elétricas do Volkswagen Beetle e da T1 “Samba Bus” estão disponíveis no site da empresa responsável pela transformação, a eClassics.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual era a potência do Volkswagen Golf Turbo Sbarro?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Volkswagen Golf Turbo Sbarro (1983). Um segredo bem guardado

Mais artigos em Notícias