Restomod

Alfa Romeo Giulia GT Junior. O novo membro do “clube” dos clássicos eletrificados

A Totem Automobili lançou mãos à obra e decidiu eletrificar (e modificar bastante) o Alfa Romeo Giulia GT Junior. Heresia ou o futuro? Fica a conhecê-lo melhor.

Depois de termos vistos clássicos da Aston Martin e da Jaguar serem eletrificados, esta nova “moda” chegou também à Alfa Romeo. A mais recente “vítima” deste tipo de restomod foi o Alfa Romeo Giulia GT Junior.

A criação da italiana Totem Automobili começou a vida como um Alfa Romeo Giulia GT Junior 1300/1600, mas verdade seja dita, as alterações são tão extensas que pouco resta do modelo original.

Não só se tornou elétrico, como se transformou num exemplo extremo de restomod.

Alfa Romeo Giulia GT Junior eletrico

Resta apenas 10% do chassis original, com este a ser “fundido” a uma nova base em alumínio, sendo reforçado com um roll-bar interno (e escondido). A suspensão é agora em alumínio, com um esquema MacPherson na dianteira e multi-braços na traseira, contando com amortecedores ajustáveis da Bilstein.

Já no que diz respeito à carroçaria, esta passou a ser em fibra de carbono, com a Totem Automobili a ter efetuado várias alterações que o acabam por diferenciar do modelo original.

Entre estas, destacam-se a ausência de para-choques, os novos faróis em LED — esquema de duplas óticas são uma homenagem aos Alfa Romeo GT 1750/2000 —, e também as luzes traseiras em LED circulares, mantendo, no entanto, a forma mais retangular das óticas originais por baixo.

Alfa Romeo Giulia GT Junior eletrico
Apesar de parecer um Alfa Romeo Giulia GT Junior “normal”, este exemplar manteve apenas 10% do chassis original.
VÊ TAMBÉM: Alfaholics dá pele em fibra de carbono ao Alfa Romeo Giulia (original)

Potência não lhe falta

Com estreia marcada para o Goodwood Festival of Speed (um dos muitos eventos adiados devido ao Covid-19), este Giulia GT Junior, como já afirmámos, é agora elétrico, prescindindo dos pequenos, mas excelentes motores twin cam que marcaram o Giulia.

Como devem imaginar, este Alfa Romeo Giulia GT Junior passou a ser muito mais potente. O motor elétrico que o equipa debita uns impressionantes 518 cv e 940 Nm de binário, números que lhe permitem atingir os 100 km/h em pouco mais de 3s.

A Totem Automobili implementou ainda uma unidade eletrónica de controlo com três configurações de eficiência: D (Dynamic), N (Natural) e A (Advanced) — soa familiar?

A alimentar o motor elétrico encontramos uma bateria de 350 kg com 50,4 kWh de capacidade e refrigeração líquida, que permite uma autonomia de até 320 km.

E que mais?

Não só terá ar condicionado, vidros elétricos e sistema keyless, como também terá um sistema de info-entretenimento e até um painel de instrumentos digital (dois elementos de 3,5″ cada), mais um ecrã do lado do passageiro para controlar o nível de bateria.

Para já, este Alfa Romeo Giulia GT Junior — será que ainda o podemos chamar pelo nome, considerando a extensão das alterações efetuadas? — é um exemplar único, não se sabendo por isso quanto é que custa.

Alfa Romeo Giulia GT Junior eletrico
VÊ TAMBÉM: Giulia GTA e Giulia GTAm, foram revelados os mais potentes Alfa Romeo de sempre

A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Alfa Romeo Giulia?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Alfa Romeo Giulia Diesel com 190 cv. Chega para os alemães?

Mais artigos em Notícias