Apresentação

Classe E renovado com novos motores, tecnologia, e até um Drift Mode para o E 53

Tal como planeado, o renovado Mercedes-Benz Classe E deu-se hoje a conhecer. Consigo trouxe a versão All Terrain e o desportivo Mercedes-AMG E 53 4MATIC+.

Originalmente lançada em 2016, e depois de já ter vendido cerca de 1,2 milhões de unidades, a atual geração do Mercedes-Benz Classe E foi agora submetida a um restyling.

No exterior esta renovação traduziu-se num visual substancialmente revisto. Na dianteira, encontramos uma nova grelha, novos para-choques e faróis redesenhados (que são, de série, em LED). Já na traseira, a grande novidade são os novos farolins.

Quanto à versão All Terrain, esta apresenta-se com pormenores específicos para a aproximar aos SUV da marca. Tal é possível de ver na grelha específica, nas proteções laterais e, como é habitual, com uma proteção do cárter.

VÊ TAMBÉM: Salão de Genebra 2020 CANCELADO mas… as novidades continuam aqui!
Mercedes-Benz Classe E

Quanto ao interior, as mudanças foram mais discretas, sendo o maior destaque o novo volante. Equipado com a mais recente geração do sistema MBUX, o renovado Mercedes-Benz Classe E apresenta-se de série com dois ecrãs com 10,25”, ou opcionalmente podem crescer até às 12,3”, colocados lado a lado.

Tecnologia não lhe falta

Como seria de esperar, a renovação do Mercedes-Benz Classe E trouxe-lhe um importante reforço ao nível tecnológico, com o modelo alemão a receber a mais recente geração de sistemas de segurança e assistência à condução da Mercedes-Benz.

Para começar, o novo volante que equipa o Classe E passou a contar com um sistema que deteta de forma mais eficaz quando o condutor não o está a segurar.

Mercedes-Benz Classe E
Os ecrãs têm, de série, 10,25”. Já como opcional podem medir 12,3”.

Para além disso, o modelo alemão apresenta-se de série com equipamentos como um assistente ativo à travagem ou “Active Brake Assist”, sendo uma parte integrante do “Driving Assistance Package”. A este podem-se juntar sistemas como o “Active Speed Limit Assist”, que usa informações do GPS e do “Traffic Sign Assist” para adaptar a velocidade do veículo aos limites em prática na estrada em que circulamos.

Também disponíveis estão sistemas como o “Active Distance Assist DISTRONIC” (mantém distância em relação ao veículo da frente); “Active Stop-and-Go Assist” (assistente em situações de pára-arranca); “Active Steering Assist” (assistente à direção); “Active Blind Spot Assist” (assistente de ângulo morto) ou o “Parking Package” (estacionamento automático) que funciona em conjunto com a câmara 360°.

VÊ TAMBÉM: O melhor de dois mundos? Testámos a Mercedes-Benz Classe C Station Diesel híbrida plug-in

Os motores do Classe E

No total, o renovado Classe E vai estar disponível com sete variantes híbridas plug-in a gasolina e a gasóleo, no formato sedã ou carrinha, com tração traseira ou integral.

A gama de motores a gasolina do Mercedes-Benz Classe E estende-se entre os 156 cv e os 367 cv. Já entre os Diesel, a potência anda entre os 160 cv e os 330 cv.

Já entre as novidades destacam-se a versão mild-hybrid de 48 V do motor a gasolina M 254, que conta com um motor-gerador elétrico que oferece mais 15 kW (20 cv) e 180 Nm, e a estreia do motor de seis cilindros em linha a gasolina (o M 256) no Classe E, estando também este associado a um sistema mild-hybrid.

Para já, a Mercedes-Benz ainda não revelou mais dados acerca das motorizações a que o Classe E vai recorrer, no entanto, a marca alemã revelou que a versão All-Terrain vai contar com motorizações adicionais.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Mercedes-Benz Classe A mais barato que podes comprar. Vale a pena?

Mercedes-AMG E 53 4MATIC+, mais poderoso

Como seria de esperar, também o Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ foi renovado. Visualmente destaca-se pela grelha específica AMG e as novas jantes de 19” e 20”. Já no interior, o sistema MBUX conta com funções e display específicos AMG concentra as atenções, assim como há um novo volante com botões específicos AMG.

Ao nível mecânico, o Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ apresenta-se com um seis cilindros em linha com 3.0 l, 435 cv e 520 Nm. Equipado com o sistema mild-hybrid EQ Boost, o E 53 4MATIC+ beneficia, momentaneamente, de um extra de 16 kW (22 cv) e 250 Nm.

A NÃO PERDER: Mercedes-Benz MB 100 D AMG… desculpem? AMG?!

Equipado com a caixa de velocidades AMG SPEEDSHIFT TCT 9G, o E 53 4MATIC+ atinge os 250 km/h e cumpre os 0 aos 100 km/h em 4,5s (4,6s no caso da carrinha). Já o “AMG Driver’s Package” faz a velocidade máxima subir para os 270 km/h e traz consigo travões de maiores dimensões.

Como é habitual nos Mercedes-AMG, também o E 53 4MATIC+ conta com o sistema “AMG DYNAMIC SELECT” que permite selecionar entre os modos “Slippery”, “Comfort”, “Sport”, “Sport+” e “Individual”. Para além disto, o Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ também conta com a suspensão “AMG RIDE CONTROL+” e com o sistema de tração integral “4MATIC+”.

Como opcional, pela primeira está disponível o pack AMG Dynamic Plus no qual se destaca o programa “RACE” que inclui o “Drift Mode” dos modelos 63. Para já, ainda não se sabe quando é que os renovados Mercedes-Benz Classe E e Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ vão chegar a Portugal nem quanto vão custar.

VÊ TAMBÉM: Mercedes-AMG GLS 63. A forma mais rápida de transportar 7 pessoas?

Sabes responder a esta?
Qual é a potência máxima do Mercedes-AMG GLA 45 S?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O quatro cilindros mais potente do mundo (à venda) chega ao GLA

Mais artigos em Notícias