Crash-tests

Série 1, Série 3, 208 e Cherokee. Só dois deste grupo atingem as 5 estrelas Euro NCAP

BMW Série 1, BMW Série 3, Peugeot 208 e Jeep Cherokee são os mais recentes modelos a serem colocados à prova nos exigentes testes da Euro NCAP.

Dos quatro modelos testados — BMW Série 1, BMW Série 3, Peugeot 208 e Jeep Cherokee — apenas dois conseguiram cinco estrelas, com os restantes a ficarem-se pelas quatro estrelas.

Muito longe de ser um resultado preocupante, apenas revela que até “pequenos deslizes” nalguns dos muitos testes realizados, comprometem rapidamente a classificação final.

Se na última ronda de testes alguns entre vocês comentaram que estava na altura de elevar os níveis de exigência dos testes Euro NCAP por ser tão fácil conseguir as almejadas cinco estrelas — sete modelos testados, todos eles cinco estrelas —, este novo teste demonstra que talvez não seja tão fácil como parece.

VÊ TAMBÉM: UE. Estes sistemas de segurança vão passar a ser obrigatórios a partir de 2021

Peugeot 208

Peugeot 208

O novo Peugeot 208 demonstra-o cabalmente ao ter atingido apenas  quatro estrelas. Um resultado aquém do esperado, principalmente quando constatamos classificações maioritariamente elevadas nos vários testes efetuados, assim como o facto do DS 3 Crossback, com a mesma plataforma, ter alcançado as cinco estrelas (quando equipado com o pacote de segurança opcional).

No entanto, o teste do efeito-chicote sobre os passageiros traseiros num embate traseiro revelou um resultado marginal.

Também não contribuiu para o resultado que o encosto de cabeça do passageiro central traseiro não esteja disponível em todas as versões do Peugeot 208, tornando o seu resultado ilegível — o Euro NCAP testa apenas versões com o equipamento de série comum a toda a gama e realiza testes separados caso haja um pacote de equipamento de segurança opcional.

VÊ TAMBÉM: Procura pelo e-208 surpreende a… Peugeot

Jeep Cherokee

Jeep Cherokee

No caso do Cherokee, trata-se do modelo mais antigo dos quatro testados, representando o primeiro teste pós-restyling do SUV norte-americano conhecido em 2018. O resultado final ficou-se também por umas sólidas quatro estrelas, devido também aos fracos resultados no teste do efeito-chicote sobre os passageiros traseiros. A performance do sistema de travagem autónoma de emergência não ajudou, ao não evitar colisões em alguns cenários abaixo dos 20 km/h.

A NÃO PERDER: Trocarias um GT-R por um Grand Cherokee Trackhawk? Acredita, acontece…

BMW Série 1 e Série 3

BMW Série 3

Melhores notícias para os dois modelos da BMW testados, com ambos a conseguirem atingir as cinco estrelas. O Série 3 revelou pontuações bastantes elevadas em todos os testes efetuados, sem pontos fracos na sua performance.

BMW Série 1

Quanto ao novo Série 1, o primeiro na história do modelo a ter tração dianteira, apesar das cinco estrelas, há espaço para melhoramentos. No teste de colisão frontal a toda a largura contra uma barreira rígida, a proteção do peito dos passageiros traseiros revelou-se fraca. Também o teste do efeito-chicote, desta vez nos passageiros dianteiros, revelou um resultado insuficiente, o que invalidou o resultado alcançado no teste do sistema de travagem autónoma de emergência.

VÊ TAMBÉM: BMW Série 3 Touring (G21). Testámos a 6ª geração em vídeo

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos