Goodwood Festival of Speed

As novidades automóveis antecipadas no Goodwood Festival of Speed

Entre recordes batidos e renascimentos de marcas, foram várias as novidades reveladas em Goodwood. Aqui estão algumas delas, muitas ainda com camuflagem.

Como bem sabes, nos últimos anos têm sido muitas as novidades reveladas pelas marcas no Goodwood Festival of Speed. Desde primeiras aparições públicas, como aconteceu com a Mercedes-AMG que por lá revelou os A 45 4MATIC+ e CLA 45 4MATIC+, como revelações antecipadas na famosa rampa do festival por protótipos ainda camuflados.

Este ano não foi exceção e foram vários os modelos cuja revelação oficial iminente foi antecipada pela exibição dos seus dotes dinâmicos nos cerca de 1,86 km de comprimento da famosa Goodwood Hillclimb.

Aston Martin DBX

Um dos modelos que fizeram uma aparição dinâmica no Goodwood Festival of Speed foi o muito aguardado SUV da Aston Martin, o DBX. Ainda coberto em camuflagem (tal como quando surgiu nas “fotos-espia” oficiais divulgadas pela marca britânica) o SUV percorreu a subida de Goodwood exibindo as suas qualidades dinâmicas e auditivas do seu 4.0 l V8 de origem AMG.

Para além do V8, está ainda previsto que o DBX venha a recorrer ao V12 da Aston Martin, como também integrará uma variante híbrida.

VÊ TAMBÉM: Alfa Romeo 4C não se destaca o suficiente? Pogea Racing tem a solução

Honda E

A Honda levou até Goodwood um protótipo pré-produção do seu novo elétrico, o E. Com uma distribuição de peso 50:50 e baterias com 35,5 kWh de capacidade, o modelo nipónico deverá ter, segundo a Honda, uma potência a rondar os 150 cv (110 kW) e um binário superior a 300 Nm — o motor ao estar colocado atrás significa que o Honda E será tração traseira.

VÊ TAMBÉM: GT a sério. McLaren GT tem a maior bagageira de sempre num McLaren
Plataforma Honda E

Com capacidade para ver as baterias recarregadas até 80% em apenas 30 minutos e oferece uma autonomia de até 200 km. O Honda E estreia a nova plataforma da marca japonesa destinada a modelos elétricos, devendo iniciar a produção no final do ano.

VÊ TAMBÉM: Futuro da mobilidade urbana na SEAT chama-se Minimó

Land Rover Defender

Há muito aguardado, o Land Rover Defender surgiu em Goodwood ainda coberto pela camuflagem com a qual o temos visto, tendo sido o primeiro automóvel a percorrer a Goodwood Hillclimb na edição deste ano do festival.

Testado em locais tão diversos como o Nürburgring, o Quénia ou o deserto de Moab, o modelo britânico está prestes a ser revelado. No entanto, ainda não são conhecidos muitos dados técnicos finais sobre a nova geração do jipe britânico. Ainda assim, sabe-se que vai recorrer a um chassis monobloco devendo ainda adotar uma suspensão independente à frente e atrás.

VÊ TAMBÉM: DBS Superleggera Volante. O mais rápido descapotável de sempre da Aston Martin

Lexus LC Convertible

Revelado sob a forma de protótipo no Salão de Detroit deste ano, o Lexus LC Convertible surgiu em Goodwood já na versão de produção mas ainda sem perder a camuflagem.

Segundo declarações do vice-presidente da Lexus, Koji Sato, à Autocar, o LC Convertible é mais refinado que o coupé, acrescentando “o caráter da suspensão e do chassis são diferentes”. Quanto aos motores que deverão equipar o descapotável, a Lexus ainda não os anunciou, mas Sato afirmou que adora o som do V8, deixando uma pista acerca da possível escolha.

VÊ TAMBÉM: MINI Clubman renovado. Consegues detetar as diferenças?

MINI John Cooper Works GP

Já tinha feito a sua primeira aparição pública por ocasião das 24 Horas de Nürburgring e agora voltou a exibir-se em público no Goodwood Festival of Speed. Ainda camuflado, o protótipo daquele que será o mais potente MINI de sempre percorreu a Goodwood Hillclimb exibindo as suas capacidades dinâmicas pela primeira vez em solo britânico.

Com uma potência prevista superior a 300 cv retirada de um bloco de quatro cilindros, a MINI afirma que o John Cooper Works GP já percorreu o Nürburgring em menos de oito minutos. A marca britânica aproveitou também para revelar que a versão mais desportiva do seu modelo vai ter uma produção limitada a apenas 3000 unidades.

VÊ TAMBÉM: Estes são os 7 mini todo-o-terreno que te levam a qualquer lado

Porsche Taycan

Com apresentação marcada para o Salão de Frankfurt, o Porsche Taycan (o primeiro modelo elétrico da marca alemã) fez uma aparição dinâmica no Goodwood Festival of Speed. Com o ex-piloto de Fórmula 1 Mark Webber ao volante, o Taycan surgiu ainda camuflado mas é possível encontrar semelhanças com o protótipo Mission E que o antecipou.

Quanto a dados técnicos, o Taycan deverá contar com 600 cv na variante mais potente, 500 cv na versão intermédia e mais de 400 cv na versão de acesso. Comum a todos será a presença de um motor elétrico por eixo que vai conferir tração integral a todas as versões.

Porsche Taycan
A aparição em Goodwood insere-se num programa no qual a Porsche já levou o protótipo do Taycan à China e que o vai ainda levar até aos Estados Unidos.

Com uma autonomia prevista de 500 km (ainda no ciclo NEDC), a Porsche afirma que a arquitetura de 800 V permitirá adicionar 100 km de autonomia (NEDC) por cada 4min de carga, e um tempo inferior a 20min para carregar a bateria com 10% de carga até aos 80%, mas num super-carregadores de 350 kW como os da rede Ionity.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Bentley Continental GT?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Bentley Continental GT junta-se ao Bentayga entre os recordistas de Pikes Peak

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos