Apresentação

Este é o novo Ford Puma, o crossover, não o coupé

De coupé a crossover — não é o primeiro, e provavelmente não será o último. Fica a conhecer o essencial do novo Ford Puma, o crossover.

O novo Ford Puma acaba de ser revelado e quem estava à espera de um compacto e ágil coupé como o original, sairá desiludido. É a realidade dos nossos dias, com o novo Puma a assumir o corpo de um crossover, ainda que, tal como o coupé do qual herda o nome, é de notar a forte tónica na componente estética.

Posicionado entre o EcoSport e o Kuga, o novo Ford Puma, tal como o coupé original homónimo, relaciona-se diretamente com o Fiesta, herdando deste a plataforma e o interior. No entanto, sendo um crossover, o novo Puma assume uma vertente bem mais prática e versátil.

Super-bagageira

As dimensões ainda não foram anunciadas, mas o Puma cresce em todas as direções relativamente ao Fiesta, com reflexos nas cotas internas e sobretudo na bagageira. A Ford anuncia 456 l de capacidade, um valor notável, não só superiorizando-se aos 292 l do Fiesta, como também aos 375 l do Focus.

VÊ TAMBÉM: Híbridos para todos os gostos. Este é o novo Ford Kuga
Ford Puma 2019

Não é só pela capacidade que impressiona, com os designers e engenheiros da Ford a terem extraído o máximo de versatilidade e flexibilidade da bagageira. Esta apresenta um compartimento na base com uma capacidade de 80 l (763 mm largura x 752 mm comprimento x 305 mm altura) — o Ford MegaBox —, que, quando a descoberto, permite transportar objetos mais altos. Este compartimento em plástico tem mais um truque na manga, ao vir munido com um ralo, facilitando a tarefa de o lavar com água.

Ford Puma 2019
MegaBox, o compartimento de 80 l que reside no local onde estaria o pneu suplente.

Ainda não acabámos com a bagageira — esta ainda tem uma prateleira que pode ser colocada a duas alturas. Pode também ser retirada, o que nos dá acesso aos 456 l anunciados, com esta a poder ser arrumada contra as costas dos bancos traseiros.

Para aceder à bagageira, o novo Ford Puma facilita a tarefa, permitindo abri-la com… o pé, através de um sensor por baixo do para-choques traseiro, uma estreia no segmento, de acordo com a Ford.

VÊ TAMBÉM: Ford Fiesta ST-Line 1.0 Ecoboost. Mas que evolução!

Mild-hybrid significa mais cavalos

Foi em abril que ficámos a conhecer as opções mild-hybrid que a Ford pretende introduzir tanto no Fiesta como no Focus quando associados ao 1.0 EcoBoost. Sendo baseado no Fiesta, o novo Puma naturalmente seria um candidato a também receber este pedaço de tecnologia.

Denominado Ford EcoBoost Hybrid, este sistema casa o pluri-premiado 1.0 EcoBoost — agora com possibilidade de desativar um cilindro —, com um motor-gerador por correia (BISG).

Ford Puma 2019

O pequeno motor elétrico de 11,5 kW (15,6 cv) toma o lugar do alternador e motor de arranque, o sistema em si permite recuperar e armazenar a energia cinética nas travagens, alimentando as baterias de 48 V de iões de lítio arrefecidas a ar, e ganhamos funcionalidades como o de poder circular em roda livre.

Outra das vantagens é o ter permitido aos engenheiros da Ford extrair mais potência do pequeno tri-cilíndrico, atingindo 155 cv, recorrendo a um turbo de maiores dimensões e uma taxa de compressão inferior, com o motor elétrico a garantir o binário necessário a baixas rotações, mitigando o turbo-lag.

O sistema mild-hybrid assume duas estratégias para assistir o motor de combustão. A primeira é a substituição de binário, fornecendo até 50 Nm, reduzindo o esforço do motor de combustão. A segunda é o suplemento de binário, adicionando 20 Nm quando o motor de combustão está em carga máxima — e até 50% mais em baixos regimes — garantindo a melhor performance possível.

O 1.0 EcoBoost Hybrid de 155 cv anuncia consumos e emissões de CO2 oficiais de 5,6 l /100 km e 127 g/km, respetivamente. O mild-hybrid também está disponível na variante de 125 cv, apresentando consumos e emissões de CO2 oficiais de 5,4 l /100 km e 124 g/km.

O 1.0 EcoBoost de 125 cv estará também disponível sem o sistema mild-hybrid, assim como um Diesel fará parte do leque de motorizações. São duas as transmissões mencionadas, compostas por uma caixa manual de seis velocidades e uma de dupla embraiagem com sete velocidades.

A outra vantagem do BISG é o de garantir um sistema start-stop mais suave, rápido (apenas 300ms para voltar a ligar o motor) e mais amplo na sua utilização. Por exemplo, quando em roda livre até pararmos, pode desligar o motor ao atingir os 15 km/h, ou até mesmo com o carro engatado, mas com o pedal da embraiagem pressionado.

Concentrado tecnológico

O novo Ford Puma integra 12 sensores ultrasónicos, três radares e duas câmaras — a traseira a permitir um ângulo de 180º de visão —, equipamentos que fazem parte do Ford Co-Pilot360 e garantem toda a assistência necessária ao condutor.

Ford Puma 2019

Entre os vários assistentes podemos ter, quando os Ford Puma estão equipados com a caixa de dupla embraiagem, cruise control adaptativo com função Stop&Go, reconhecimento de sinais de tráfego, e centrar o carro na faixa de rodagem.

Uma nova funcionalidade é o Local Hazard Information que alerta os condutores sobre potenciais problemas na estrada em que circulamos (obras ou acidentes) antes de os conseguirmos ver, com dados providenciados pela HERE atualizados ao minuto.

Ford Puma 2019

Do arsenal fazem ainda parte o assistente ao estacionamento, perpendicular ou paralelo; máximos automáticos; manutenção na faixa de rodagem; sistemas de pré e pós-colisão, que ajudam a reduzir a severidade das lesões em caso de embate; e até alertas caso entremos numa estrada em sentido contrário.

Do ponto de vista do conforto, o novo Ford Puma estreia também no segmento bancos com massagens lombares.

VÊ TAMBÉM: O que juntou a BMW, Daimler, Ford, Volvo, HERE e TomTom?

Quando chega?

As vendas do Ford Puma irão começar no final deste ano, com preços ainda por anunciar. O novo crossover será produzido na fábrica de Craiova, na Roménia.

Ford Puma 2019
Sabes responder a esta?
Qual a potência do novo Ford Focus ST?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Novo Ford Focus ST ganha motor do Focus RS, mas não todos os cavalos

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos