Primeiro Contacto

SEAT Tarraco. Testámos o novo topo de gama da marca espanhola

Depois de o termos testado numa versão de pré-produção camuflada, estava na altura de saltarmos para o volante da versão definitiva e “com tudo à vista” do SEAT Tarraco, o topo de gama da marca espanhola.

O novo topo de gama da SEAT é um SUV de até sete lugares e o facto de no topo de uma gama de modelos estar um SUV, começa a não ser estranho. Veja-se o caso da Volkswagen, que com o desaparecimento do Phaeton, colocou o Touareg no topo da cadeia alimentar dos seus modelos.

Isto acontece porque os SUV são os que mais crescem nas vendas na Europa e a SEAT, no que toca a vendas, parece saber o que faz. Se tens dúvidas, vê este artigo.

O que é?

O SEAT Tarraco é um SUV com cinco ou sete lugares, que se junta ao Arona e Ateca para ser o terceiro SUV em comercialização da marca espanhola.

Assente na plataforma MQB-A do grupo Volkswagen, conta com dimensões exteriores generosas e isso nota-se logo à primeira vista quando o vemos ao vivo: mede 4735 mm de comprimento, 1839 mm de largura e 1658 mm de altura.

Na dianteira encontramos uma grelha e assinatura luminosa diferentes de todos os outros SEAT em comercialização. O SEAT Tarraco estreia a nova linguagem de design da SEAT, por isso espera ver algo similar na frente dos próximos modelos, a começar já pelo Leon, que tem estreia marcada para 2019.

No interior

Passando para o interior, encontramos também uma nova abordagem de estilo. Não é um rasgar com o passado recente da marca, mas sim uma evolução. O que me saltou logo à vista foi o ecrã central de infotainment de 8″, que é agora flutuante em vez de estar embutido na consola como nos restantes SEAT.

Esta alteração conferiu alguma leveza visual ao interior, ainda que signifique que a SEAT está a seguir um caminho diferente da Audi ou Volkswagen. Já a Skoda, com o novo Scala, mostrou que alinha na mesma opção da SEAT no que toca à forma de integração do ecrã do sistema de infotainment.

A qualidade de materiais está em bom plano, com os plásticos mais rígidos ao toque a aparecerem nos locais comuns destas propostas generalistas. O SEAT Tarraco pode ter até sete lugares, sendo a segunda fila de bancos deslizante (até 16 cm) e rebatível. A plataforma MQB-A mostra no SEAT Tarraco a sua grande versatilidade.

Quais são os motores disponíveis?

Existem duas opções a gasolina e duas opções Diesel, com potências entre os 150 e os 190 cv, todos os blocos têm quatro cilindros. Na entrada de gama temos, do lado da oferta a gasolina, um 1.5 TSI com 150 cv e 250 Nm, com caixa manual de seis velocidades e tração à frente. Com esta motorização o SEAT Tarraco é capaz de cumprir o sprint dos 0-100 km/h em 9,7s e atingir uma velocidade máxima de 201 km/h.

Na motorização a gasolina mais potente, o SEAT Tarraco recebe um motor 2.0 TSI de 190 cv com 320 Nm, acoplado a uma caixa DSG de sete velocidades e tração integral 4Drive. É, a par do Diesel mais potente, o mais rápido da gama: 8s nos 0-100 km/h e 211 km/h de velocidade máxima.

SEAT Tarraco
Desenhado e criado em Barcelona, mas produzido na Alemanha, em Wolfsburgo.

Do lado das motorizações Diesel temos o motor 2.0 TDI com duas versões, uma com 150 cv e outra com 190 cv e tração integral 4Drive. O 2.0 TDI com 150 cv e 340 Nm é capaz de cumprir o sprint dos 0-100 km/h em 9,8s e atingir uma velocidade máxima de 202 km/h. Na versão equipada com caixa DSG, a velocidade máxima desde para os 198 km/h.

Já passaram 20 anos
O SEAT Tarraco será produzido na fábrica da Volkswagen em Wolfsburgo, Alemanha. O último SEAT a ser produzido em Wolfsburgo foi também o primeiro, o Arosa, entre 1996 e 1998.

Na versão Diesel mais potente, o 2.0 TDI tem 190 cv e 400 Nm, estando apenas disponível com caixa DSG de 7 velocidades e tração integral 4Drive. As prestações são similares à da versão a gasolina mais potente: 8 segundos dos 0-100 km/h e 210 km/h de velocidade máxima.

Segurança acima de tudo

Na lista de equipamento de segurança de série do novo SEAT Tarraco, temos o Front assist com deteção de bicicletas, assistente de manutenção de faixa e Chamada de Emergência. No nível de equipamento Xcellence, surge o Cruise Control adaptativo.

Mas no que toca a sistemas de segurança e de ajuda à condução, a lista continua nos opcionais disponíveis. Entre eles, encontramos o Emergency Assist (assistente de emergência), Blind Spot Detection (deteção de veículo no ângulo morto) e Exit Assist (assistente de saída), Traffic Sign Recognition (reconhecimento de sinais de trânsito), Traffic Jam Assist (assistente de congestionamento) e Light Assist (assistente de máximos).

SEAT Tarraco
Pre-crash e Rollover Assist
O sistema Pre-Crash Assist reage em 0.2s à eventualidade de um acidente – ajusta a folga dos cintos de segurança, liga as luzes de emergência, fecha os vidros e teto de abrir – ajudando a proteger o habitáculo. O Rollover Assist (sistema de deteção de capotamento), se ativado, faz um telefonema de emergência, desliga o motor, destranca as portas, liga as luzes de emergência e ajusta o sistema de ventilação.

O SEAT Tarraco estreia ainda duas novidades na gama SEAT: o assistente Pre-Crash e Rollover Assist (assistente de capotamento).

Depois temos ainda outros assistentes que prometem facilitar-nos a vida, como o Assistente de Estacionamento, a Abertura Elétrica da porta da bagageira com o Pedal Virtual e o sistema Câmara de Visão 360º.

Há espaço para tudo?

O espaço interior chega e sobra para as encomendas, ainda que a terceira fila de bancos seja mais apropriada para levar os mais pequenos.

A capacidade da bagageira é uma referência no segmento, ficando muito próximo do Peugeot 5008 e do líder de espaço Skoda Kodiaq.

Naturalmente, a capacidade da bagageira altera consoante optamos por colocar ou não uma terceira fila de bancos: 760 l de capacidade na versão com cinco lugares e 700 l na versão com sete lugares com a terceira fila rebatida; até 1920 l com a segunda fila de bancos rebatida na versão com cinco lugares e 1775 l, na versão com sete lugares e duas filas de bancos rebatidas. Faz swipe na galeria acima para ver as diferenças.

Ao volante

Ao volante o SEAT Tarraco sente-se leve e ágil, sendo capaz de disfarçar as suas dimensões e peso (cerca de 1600 kg na versão de entrada com motor a gasolina, tração à frente, caixa manual e 5 lugares).

O cockpit virtual, combinado com as novidades no interior, dignifica muito o ambiente a bordo. O sistema de infotainment, equipado com Alexa e Shazam, está em bom plano face à concorrência.

Já o sistema Drive Profile, permite alternar entre os modos de condução disponíveis e a suspensão adaptativa DCC, é capaz de reagir em apenas 5 milissegundos.

A versão equipada com motor 2.0 TDI com 150 cv é muito equilibrada, principalmente no que toca aos consumos e insonorização. É claro que neste último campo, as motorizações a gasolina são sempre mais agradáveis.

Apesar do Diesel estar em queda generalizada, neste segmento ainda tem (e terá) um peso considerável. A versão 1.5 TSI a gasolina com 150 cv até pode ser uma alternativa, mas num segmento que a SEAT estima que cresça 40% até 2025, serão as versões eletrificadas que representarão um maior crescimento: o SEAT Tarraco híbrido plug-in terá 210 cv, 400 Nm e 50 km de autonomia. A sua chegada ao mercado está prevista para 2020.

É o carro ideal para mim?

Se procuras um SUV e precisas de espaço então o SEAT Tarraco é uma opção a ter em conta. Tens uma boa oferta inicial de motorizações e mais tarde uma versão eletrificada para compor a gama, por isso são bons motivos para estar na tua lista de possíveis candidatos a próximo carro.

O SEAT Tarraco chega em fevereiro, as pré-vendas iniciaram-se em dezembro. Estará disponível em duas versões, Style e Xcellence. O FR, de cunho mais desportivo, chegará mais tarde. Os preços para Portugal devem ser revelados brevemente.

Primeiras impressões

8 / 10
O SEAT Tarraco chega ao mercado com bons argumentos. Qualidade de construção, materiais, motorizações e espaço a bordo levam nota alta. Resta saber qual será o preço de comercialização em Portugal e qual a classe nas portagens, algo que deverá ser revelado nos próximos dias.

  • Espaço

  • Sistema de infotainment

  • Motorizações

  • Alguns materiais interiores

  • Acesso à terceira fila

Data de comercialização: Fevereiro 2019


Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto

Os mais vistos