Tecnologia

PSA. Futuros modelos vão conseguir compreender e falar com os ocupantes

Os futuros Citroën, DS, Opel e Peugeot vão conseguir, já a partir de 2020, não só compreender, como dialogar, com os ocupantes. Garante-o a PSA.

Depois da Mercedes e do promissor sistema de info-entretenimento com inteligência artificial Mercedes Benz User eXperience (MBUX), também a francesa PSA pretende dotar os seus automóveis de uma maior capacidade de comunicação com os seus ocupantes.

Proprietário das marcas Peugeot, Citroën, DS e Opel, o grupo automóvel francês liderado pelo português Carlos Tavares acaba de celebrar uma parceira estratégica com a SoundHound Inc, uma start-up de Silicon Valley, EUA, com vista à concretização deste desiderato.

Líder em tecnologias de inteligência artificial (IA) e de reconhecimento vocal em linguagem natural, a SoundHound Inc tem vindo a desenvolver uma nova tecnologia, a que deu o nome de “Deep Meaning Understanding”. Solução  que, segundo avança a PSA em comunicado, é a única capaz de responder, instantaneamente, a múltiplas perguntas colocadas numa mesma frase, tal como faria um ser humano.

RELACIONADO: PSA apresenta novos comerciais Partner, Berlingo e Combo
DS 7 Crossback
O novo DS 7 Crossback.

Graças a esta nova tecnologia, o grupo automóvel francês acredita que os futuros modelos Peugeot, Citroën, DS e Opel serão capazes de, não só compreender qualquer pedido feito pelos ocupantes, proferido de uma forma natural e durante um diálogo, como interagir de uma forma mais rápida e com maior fluidez.

RELACIONADO: Opel desenvolve novos quatro cilindros para PSA

A PSA avança ainda que a nova tecnologia poderá estar disponível no mercado, no prazo de dois anos, ou seja, a partir de 2020.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi fundada a Citroën World Rally Team?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Citroën BX 4TC: o carro de ralis que a Citroën quis esquecer

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos