Carro do Ano

Renault 21. Vencedor do Carro do Ano 1987 em Portugal

O Renault 21 foi lançado em 1986, e um ano depois venceu o troféu Carro do Ano em Portugal. Um sucesso que se estendeu à Europa, onde também foi um sucesso de vendas.

A intenção do Renault 21 era ser o sucessor do Renault 18, mas as inovações que trazia para a época, tanto a nível de design como de eletrónica, fizeram dele muito mais do que isso.

Desde 2016 que a Razão Automóvel integra o painel de jurados do Carro do Ano

Desde logo o modelo esteve disponível em três versões de carroçaria: HatchSedan, e Station. Uma vez mais, tal como os vencedor do Carro do Ano em Portugal em 1985 e em 1986, também o Renault 21 foi desenhado pela Italdesign de Giugiaro.

O Renault 21 esteve em produção de 1986 até 1994, e na Europa ultrapassou a marca de um milhão de unidades comercializadas. Durante esse tempo conheceu diversas motorizações, desde um 1.4 litros com cerca de 67 cv, passando pelo 1.7 litros com vários níveis de potência, até aos 2.0 litros a gasolina e 2.1 litros Diesel — este último com potências entre os 66 e os 87 cv.

CARRO DO ANO 2018: SEAT Ibiza é o vencedor do Essilor Carro do Ano/Volante de Cristal 2018
renault 21

Todas as versões possuíam direção assistida, vidros elétricos, retrovisores elétricos, ar condicionado e coluna de direção ajustável. A versão TXE incluía ainda ABS, regulação elétrica dos bancos dianteiros e sistema anti-esmagamento dos dedos nas janelas.

Era ainda possível incluir ar condicionado automático, teto solar e, no caso da Station, eram incluídos dois bancos adicionais, totalizando 7 lugares — a 21 Nevada TXE foi pioneira do segmento e uma das pioneiras no mundo a oferecer a opção de 7 lugares numa carrinha.

Faz swipe na galeria de imagens:

Antes de dar lugar ao seu sucessor, o Renault Laguna, o Renault 21 ainda conheceu versões 2.0 litros turbo e com tração integral.

RELACIONADO: Conhece todos os vencedores do Carro do Ano em Portugal desde 1985

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos