Mercedes-AMG GT R avistado no «Inferno Verde»

Apresentado no Festival de Goodwood, o Mercedes-AMG GT R posiciona-se entre o AMG GT S e GT Black Series. Será o primeiro da família a utilizar rodas traseiras direccionais.

Debaixo do capot encontramos – sem surpresa… – o motor 4.0 V8 Biturbo que debita agora mais 75 cv do que a versão S. Com 585 cv e 699 Nm de binário máximo, o Mercedes-AMG GT R é uma máquina verdadeiramente infernal. O sprint dos 0-100 km/h faz-se agora em 3,5 seg. (0,2 segundos mais rápido do que a versão S) e a velocidade máxima é de 318 km/h, em comparação com os 310 km/h do AMG GT S.

RELACIONADO: Duelo de família: Mercedes-AMG GT S desafia CLS 63 e ML 63

Mas nem só de upgrades vive esta versão inspirada no modelo de competição Mercedes-AMG GT3: para além de acusar menos 90kg de peso na balança (contra os 1554kg da versão S) é ainda possível retirar mais 16.7 kg ao peso caso o cliente opte pelo sistema de travagem com discos de cerâmica. Ainda na lista de novidades, há pelo menos uma que se destaca por ser estreia na gama: as quatro rodas direcionais – as rodas traseiras viram no sentido contrário às dianteiras até determinada velocidade (100 km/h) para uma maior agilidade, sendo que a partir dessa velocidade passam a acompanhar a direção das rodas dianteiras, para uma maior estabilidade a alta velocidade.

Na prática tudo se resume a isto. #brap

A NÃO PERDER: Este Mercedes-Benz 500SL esconde um 2JZ-GTE. Sabes o que isso significa?

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter