Tuningz

Este Mercedes-Benz 500SL esconde um 2JZ-GTE. Sabes o que isso significa?

Este Mercedes-Benz 500SL tem origem alemã, coração japonês e uma costela italiana. Uma salada russa com resultados intrigantes…

As siglas 2JZ-GTE dizem-te alguma coisa? Sim. É isso mesmo. Trata-se do nome de código de um dos melhores motores a gasolina da história da indústria automóvel: o motor 3.0 turbo de seis cilindros que equipava o Toyota Supra (A80). Um motor conhecido pela sua fiabilidade «à prova de bala» e facilidade com que era possível extrair mais potência.

Quis o destino que este motor 2JZ-GTE nascido para equipar o Toyota Supra terminasse os seus dias a dar impulso a um modelo nascido em Estugarda: um Mercedes-Benz 500SL. Modelo este que trocou o seu nobre V8 de fábrica com 300 cv por um seis cilindros em linha com 600 cv.

As novidades não ficam por aqui. Para além do coração japonês, também foram adoptados bancos italianos herdados de um Ferrari F355. Ainda a juntar à lista de alterações estéticas, em destaque estão as massivas jantes Yokohama AVS Model 5 de 19″, suspensão rebaixada da Bilstein, discos de travão Brembo com 350 mm e caixa de seis velocidades da Getrag.

RELACIONADO: Low Law: O tuning em Portugal (documentário)

Apesar do vendedor ter gasto cerca de 70 000 euros em todas as alterações, está a vendê-lo por 20 000 euros. Segundo este, o Mercedes-Benz 500SL precisa apenas de alguns retoques exteriores, fruto da suspensão rebaixada. Se te sobrou algum dinheiro do subsídio de férias, é altura de investir. Contas feitas, este desportivo de 600 cv custa o mesmo que um utilitário…

VÊ TAMBÉM: Mercedes-Benz SL 73 AMG (R129): o roadster que emprestou o motor à Pagani

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos