Notícias Fevereiro confirma tendência de quebra do mercado nacional

Mercado

Fevereiro confirma tendência de quebra do mercado nacional

As vendas em mês de fevereiro confirma tendência de quebra do mercado nacional. O último saldo de vendas positivo do mercado automóvel português foi há um ano.

Parque automóvel
Tan Kian Khoon

Os números do mercado automóvel português no mês de fevereiro já são conhecidos e não são animadores. Segundo a ACAP, no mês passado o volume de matrículas de carros novos caiu 59% nos ligeiros de passageiros e 17,8% no segmento dos comerciais ligeiros.

No total, em fevereiro foram vendidos em Portugal um total de 8311 veículos ligeiros de passageiros e 2041 ligeiros de mercadorias. Já entre os veículos pesados a quebra face ao período homólogo de 2020 foi de 19,2%, com 347 unidades matriculadas.

De acordo com o comunicado divulgado pela ACAP, estes números apenas vêm confirmar “que o setor automóvel continua a ser um dos mais afetados pela situação que o país está a atravessar”.

VÊ TAMBÉM: Toyota Yaris começa 2021 como “rei” das vendas na Europa

Caso não te recordes, a última vez que o saldo de vendas do mercado automóvel português foi positivo foi precisamente há um ano, com o mês de fevereiro de 2020 a registar um crescimento de 5,9% face ao período homólogo de 2019.

Peugeot com motivos para festejar

Apesar de, no geral, o mês de fevereiro ter sido negativo para o mercado automóvel nacional, a verdade é que há marcas com razões para festejar, e a Peugeot é uma delas.

Afinal de contas a marca gaulesa, que renovou recentemente o seu logótipo, liderou as vendas em Portugal e alcançou uma quota de mercado inédita na sua história em Portugal: 19%, contabilizando os veículos ligeiros de passageiros e mercadorias.

Apesar do valor de quota histórica, a Peugeot vendeu em fevereiro apenas 1955 unidades, uma quebra de 34,9% face a 2020. Ao mesmo tempo, viu os seus modelos elétricos (os e-208 e e-2008) alcançarem uma quota de mercado de 12,1%.

Peugeot e-208
Os elétricos da Peugeot continuam a acumular sucessos por cá.

Pódio muito premium

Atrás da Peugeot no pódio de vendas de veículos ligeiros de passageiros em fevereiro, surgem a Mercedes-Benz (-45,1%) e a BMW (-56,2%). Já se contabilizarmos os ligeiros de passageiros e mercadoria,s a Peugeot mantém a liderança, seguida da Mercedes-Benz e da Citroën.

Mercedes-Benz Classe C W206
O Mercedes-Benz Classe C até pode ainda não ter chegado a Portugal, no entanto a marca alemã continua de “pedra e cal” no pódio de vendas.

No total, apenas uma marca viu os números de fevereiro de 2021 serem melhores que os do ano anterior: a Tesla. No total, a marca norte-americana viu as vendas crescerem 89,2%, com 140 unidades matriculadas em fevereiro de 2021 contra as 74 registadas no mesmo mês de 2020.

Sabe esta reposta?
Em que ano foi lançado o SEAT Ronda?
Oops, não acertou!

Pode encontrar a resposta aqui:

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?