Só há um Ferrari Enzo preto mate de origem e está à venda

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilão

Só há um Ferrari Enzo preto mate de origem e está à venda

Trata-se do único Ferrari Enzo que saiu de fábrica com pintura preto mate e promete render milhões em leilão. Será o mais caro de sempre?

Digam olá ao único Ferrari Enzo do mundo que saiu da fábrica com a cor Nero Opaco, que foi, ao mesmo tempo, o primeiro Cavallino Rampante vendido com pintura mate.

Foi fabricado por encomenda e a pedido de um familiar do Sultão do Brunei, conhecido pela sua extensa coleção de automóveis, que é uma das mais vistosas e valiosas do planeta.

E de acordo com a RM Sotheby’s, que agora o vai leiloar, foi precisamente esta influência junto da marca italiana que permitiu que este Enzo tenha saído de fábrica com uma cor tão pouco… Ferrari.

A NÃO PERDER: O que faz um Lamborghini Huracán STO na pista de testes da Ferrari?

Hoje em dia esta cor faz parte do catálogo da divisão Tailor Made da Ferrari (e de muitas outras marcas), mas na época em que este Enzo foi construído — 2004 — não era assim. Esta tonalidade foi criada especificamente para este cliente.

Foi entregue e mantido na residência desta família em Londres, no Reino Unido, antes de ser enviado, mais tarde, para a região da Ásia-Pacífico.

Recentemente o Enzo preto mate voltou a Maranello, mais concretamente para as oficinas da Carrozzeria Zanasi, a oficina de pintura oficial de todos os supercarros da Ferrari, bem como de todas as edições Tailor Made e Icona da marca italiana.

Intervenção recente no valor de 110 000 euros

Aí este Enzo passou por uma revisão estética total, onde alguns botões foram substituídos, os grupos óticos trocados e o vidro traseiro (que cobre o compartimento do motor) foi mudado, além de ter sido todo novamente pintado. O custo desta intervenção? Uns «simpáticos» 110 000 euros.

Um V12 de «bradar aos céus»

Quanto à mecânica, e tal como qualquer outro Ferrari Enzo, este exemplar é animado por um motor V12 naturalmente aspirado de 6,0 l e debita 660 cv de potência às 7800 rpm, ainda que o limitador só surgisse às 8200 rpm.

LEIAM TAMBÉM: Luca di Montezemolo: “tirando a Ferrari o automóvel italiano já não existe”

Capaz de gerar um som digno de uma sinfonia transalpina, este motor era ainda capaz de empurrar o Enzo para prestações dignas de nota, sobretudo se nos lembrarmos que foi lançado em 2004: passava dos 0 aos 160 km/h em 6,6s e atingia mais de 350 km/h de velocidade máxima.

Ferrari Enzo Maranello © RM Sotheby's

Quanto pode render?

A RM Shoteby’s não revela qual a estimativa de venda deste Enzo, que será leiloado entre os próximos dias 5 e 7 de dezembro. Contudo, importa recordar que além da cor única este Cavallino Rampante é um de apenas 399 unidades produzidas, cada uma a custar cerca de 660 mil euros (em novo).

A NÃO PERDER: Ferrari SP51. Um cliente sonhou e a Ferrari construiu

Hoje esse valor foi amplamente ultrapassado e em 2020 um exemplar chegou a ser transacionado por 2,5 milhões euros.

E neste caso, há mais fatores a «elevarem» o valor deste Ferrari. É que o odómetro assinala apenas 5730 quilómetros e este exemplar já foi certificado pela Ferrari Classiche.

Ferrari Enzo Maranello © RM Sotheby's

Não faltam por isso motivos de interesse em torno do único — pelo menos original — Ferrari Enzo pintado em preto mate que existe no planeta. Uma coisa é certa, quem o quiser levar para casa terá que desembolsar alguns milhões.

Fonte: RM Sotheby’s

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Ferrari 365 GT4 BB?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fomos enganados. Afinal BB em Ferrari 365 GT4 BB não significa Berlinetta Boxer

Mais artigos em Notícias