Mazda acelera transição para a eletrificação. Conheçam os planos

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Mazda acelera transição para a eletrificação. Conheçam os planos

A Mazda anunciou os planos de eletrificação até ao final da década e reforçou o compromisso de neutralidade carbónica até 2050.

Temos de admitir que fomos distraídos ontem pela revelação do Mazda Vision Study — que pode antecipar o próximo MX-5 —, pois o grande anúncio da marca de Hiroshima não era sobre esse concept desportivo, mas sim sobre o seu futuro até 2030.

O plano apresentado divide-se em três fases, a implementar até 2030, e procura responder à transformação que está a afetar a indústria automóvel, aceleradas pela transição ambiental, com aposta reforçada na eletrificação.

Contudo, os objetivos maiores deste novo plano da Mazda estão mais distantes no tempo: alcançar a neutralidade carbónica em todas as suas operações até 2050 e reduzir os acidentes fatais causados pelos seus novos modelos até 2040.

A NÃO PERDER: Mazda MX-5 (2022). Melhorar o que já era muito bom
Mazda MX-30
Mazda MX-30. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Aceleração da eletrificação

Até 2024, a Mazda vai “focar-se em alcançar uma maior resiliência frente às alterações ambientais, focando-se no fortalecimento do desenvolvimento tecnológico, das cadeias de fornecimento e dos esforços na redução de custos”.

Nos próximos dois anos a marca nipónica promete ainda “continuar a acelerar a eletrificação do seu catálogo”, lançando dois novos produtos que se vão juntar ao elétrico MX-30 e ao híbrido plug-in CX-60.

O primeiro será o Mazda MX-30 R-EV, que chega no próximo ano e vai recuperar o tradicional motor Wankel, sob a forma de uma motorização híbrida plug-in.

Este motor será usado como um gerador para recarregar a bateria do MX-30, que por sua vez será responsável por animar o motor elétrico, que estará ligado às rodas dianteiras.

LEIAM TAMBÉM: Será que a Mazda acabou de antecipar o próximo MX-5?

Depois do MX-30 R-EV ficaremos ainda a conhecer o novo Mazda CX-80, um SUV com três filas de bancos e lugar para até sete ocupantes.

Motor Wankel
Motor Wankel está de regresso… mas como gerador para o futuro MX-30 híbrido plug-in.

Novos elétricos

Entre 2025 e 2027 a Mazda vai acelerar o ritmo rumo à eletrificação — até para ficar em conformidade com os regulamentos mais exigentes —, prometendo lançar novos modelos 100% elétricos que se juntarão ao MX-30.

O construtor japonês não deu pistas sobre que modelos seriam esses, mas anunciou melhorias nas tecnologias de eletrificação e produção que serão introduzidas durante esta fase.

Mazda-MX-30
O Mazda MX-30 é, neste momento, o único modelo 100% elétrico do catálogo da marca japonesa. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Novas parcerias estratégicas

A terceira fase desta transição será concluída em 2030 através de parcerias estratégicas para o desenvolvimento e produção de motores elétricos, de inversores e semicondutores, bem como para a aquisição de baterias.

A NÃO PERDER: Mazda MX-5 entra para o Guinness com “super recorde”

Para além dos atuais fornecedores, a Mazda anunciou um acordo com a Envision AESC para a aquisição de baterias destinadas à produção de veículos elétricos no Japão.

Por fim, a fabricante nipónica revelou que a médio prazo vai considerar “possibilidades de investimento no domínio da produção de baterias”.

Já viram o nosso vídeo mais recente?

Sabe responder a esta?
Qual era a cilindrada do Mazda 323 GT-R?

Mais artigos em Notícias