Mercedes-AMG SL. Depois do V8 e quatro cilindros vem um inédito híbrido plug-in

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fotos-espia

Mercedes-AMG SL. Depois do V8 e quatro cilindros vem um inédito híbrido plug-in

Depois do V8 e do quatro cilindros, o Mercedes-AMG SL prepara-se para ter duas versões híbridas plug-in. Uma delas já foi «apanhada».

Aos poucos, a gama do Mercedes-AMG SL (R232) vai crescendo e depois de duas versões com motor V8 e outra com um quatro cilindros equipado com um turbo elétrico, o roadster alemão prepara-se para também ser eletrificado.

A prova é este protótipo que foi fotografado em testes nos Alpes austríacos. As saídas de escape redondas identificam-no como a versão híbrida plug-in menos potente. Isto porque, por norma, as versões mais potentes dos Mercedes-AMG costumam ter saídas de escape quadradas.

Por enquanto a Mercedes-AMG não divulgou que designação será adotada por este modelo, mas não nos admirávamos se viesse a ser conhecido como Mercedes-AMG SL 53.

A NÃO PERDER: Mercedes-AMG EQE 53 SUV apanhado nos arredores do Nürburgring
Mercedes-AMG SL 53 PHEV fotos-espia, traseira 3/4 com porta de carregamento camuflada
A porta de carregamento no para-choques traseiro não passa despercebida. © Razão Automóvel

O que já se sabe?

Tal como a designação deste modelo, também os seus dados técnicos são desconhecidos. Contudo, há rumores sobre o que este inédito SL esconde por debaixo do capô.

Tudo indica que este Mercedes-AMG SL híbrido plug-in poderá vir a partilhar a sua cadeia cinemática com o novo Mercedes-AMG C 63.

Ou seja, deverá contar com uma combinação entre o quatro cilindros que vai equipar o mais desportivo dos Classe C — o M 139, estreado pelo A 45, e também usado pelo SL 43.

Mercedes-AMG SL 53 PHEV fotos-espia,  vista perfil © Razão Automóvel

Contudo, nesta versão menos potente do SL híbrido plug-in não deverá apresentar os mesmo números antecipados para o C 63.

Os números previstos para a berlina desportiva são «de doidos», falando-se em 500 kW de potência máxima combinada, o mesmo que 680 cv — um salto de 170 cv em comparação com o antecessor, equipado com o V8.

Quanto à data prevista para o lançamento do roadster eletrificado, este deverá ser revelado entre o final de 2022 e o início de 2023.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência do Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ Coupé?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ Coupé. Lobo em pele de cordeiro?

Mais artigos em Notícias