Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ Coupé. Lobo em pele de cordeiro?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Desde 137 899 euros

Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ Coupé. Lobo em pele de cordeiro?

Quase 2000 kg, 5,01 m de comprimento e 435 cv de potência: estes são os ingredientes do Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ Coupé. Receita aprovada?

O Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ não é o maior coupé de quatro portas que a marca de Affalterbach vende nem o mais desportivo, mas é sem dúvida o mais elegante.

Com 5,01 m de comprimento, faz-se notar por onde quer que passa. Mas sempre com a dose certa de agressividade, que lhe dá um ar distinto face aos restantes CLS, mas que não lhe rouba o carisma que sempre caracterizou o modelo.

E tudo isso é acentuado na versão Limited Edition que testámos, que além da aparência única ainda dá a este «coupé de quatro portas» uma dose extra de exclusividade. Mas será que esta fórmula ainda faz sentido?

A NÃO PERDER: O dia em que perdi o Mercedes-Benz 300d (W 123) do meu avô. Ainda não me perdoei
Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ vista 3/4 frente
Este CLS 53 4MATIC+ apresenta as alterações estéticas introduzidas no facelift do CLS mas destaca-se por contar com para-choques específicos e elementos mais desportivos. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Não é um AMG GT 4 portas

Mesmo depois da última atualização o Mercedes-AMG CLS continua a não estar disponível com o motor V8 que encontramos, por exemplo, no Mercedes-AMG GT 4 portas, pelo que não tem versões 63.

Por isso mesmo, o papel de versão mais desportiva e potente da gama fica a cargo do 53 4MATIC+ que aqui vos mostramos.

E apesar disso, este CLS não é um AMG GT 4 portas, no sentido de que é menos desportivo e agressivo, mas por outro lado, mais elegante e requintado. E isso divide logo as águas.

Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+, vista de perfil
De perfil, destaque para a faixa decorativa — exclusiva da versão Limited Edition — acima das saias laterais. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Com uma imagem menos dramática, este CLS acaba por ser uma proposta mais sóbria e elegante, mesmo com a pintura cinza mate — de série na versão Limited Edition, limitada a 299 unidades e com um custo de 11 850 euros — e com os grafismos específicos da unidade testada.

Quem não tem um V8 «caça» com um seis em linha

Como já mencionei, não é o impetuoso V8 biturbo — do qual nós tanto gostamos — da AMG que dá vida a este Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+, mas sim o seis cilindros em linha (M 256) biturbo de 3,0 l que produz 435 cv e 520 Nm e que aqui surge auxiliado por um sistema mild-hybrid de 48 V.

Motor M 256 de 3,0 l e seis cilindros em linha
Debaixo do capô encontramos um motor de seis cilindros em linha (M 256) capaz de debitar 435 cv e 520 Nm. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Mas não pensem que a imagem mais refinada e que o impressionante porte atlético (voltamos a repetir, são 5,01 m de carro e quase duas toneladas) chegam para beliscar as credenciais desportivas e dinâmicas desta proposta.

LEIAM TAMBÉM: BMW 840d xDrive Gran Coupé testado. O devorador de quilómetros

Estamos perante um modelo assinado pela AMG e isso fica bem claro desde o primeiro momento em que nos sentamos ao volante. Sobretudo se decidirmos explorar os programas de condução mais ambiciosos, como o modo Race (com modo Drift), que é específico do pack AMG Dynamic Plus e de série nesta versão.

Ecrã central multimédia
O modo Race, que é específico do pacote opcional AMG Dynamic Plus, é o mais extremo de todos e conta até com um sub-modo de Drift. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

O chassis está tão bem afinado, a potência é tão bem distribuída e a condução é tão envolvente que rapidamente nos esquecemos que estamos aos comandos de um carro com estas proporções.

E a somar a isto, não deixa de ser rápido. Perdão, muito rápido. O sprint dos 0 aos 100 km/h é cumprido em 4,5s e a velocidade máxima está fixada nos 270 km/h (com o pack AMG Dynamic Plus).

painel de instrumentos digital
No modo Race tudo é acentuado para nos dar a experiência de condução mais desportiva de todas. Até a nota de escape fica mais dramática… © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

O tamanho engana

Não é suposto um automóvel com este porte curvar e travar da maneira que este Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ o faz. Ao ponto de nem nos parecer natural quando o fazemos. Lembro-me de ter uma sensação idêntica quando testei o BMW X7 M50d.

A NÃO PERDER: BMW X7 M50d (G07) em teste. Quanto maior, melhor…

Mas é precisamente esse desafio constante contra as leis da física que torna este Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ tão impressionante.  E cada vez que subimos o ritmo e atacamos uma estrada de forma mais agressiva damos por nós a contemplar o trabalho feito pelos engenheiros em Affalterbach.

A dianteira é muito precisa, a traseira roda na medida certa para nos ajudar a sair da curva rápido e sempre que é preciso, os discos dianteiros perfurados revelam uma potência de travagem (e uma resistência) que nos enche de confiança para «atacar» a curva seguinte.

E depois há que falar do motor e da caixa AMG Speedshift 9G-DCT, uma dupla que assenta que nem uma luva neste magnífico chassis.

O motor é muito cheio e responde sempre de forma imediata. Impressiona nas acelerações, mas, sobretudo, nas recuperações, onde se faz valer do auxílio da máquina elétrica para nos catapultar.

E se o motor tem uma faixa de utilização vasta, é a caixa AMG Speedshift 9G-DCT que nos permite explorá-lo na sua totalidade. E tudo isto é acentuado nos modos de condução mais desportivos, que atuam de forma direta na transmissão, no motor, na direção e no amortecimento.

Descubra o seu próximo automóvel:

É o carro certo para si?

Tenho alguma dificuldade em catalogar este Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+. É que se por um lado a gama CLS sempre se caracterizou por ser elegante, sofisticada — mais GT do que um desportivo —, esta versão CLS 53 AMG acaba por baralhar as contas.

Continua a ter uma imagem mais sóbria e menos agressiva do que o AMG GT 4 portas, por exemplo. E se baixarmos o ritmo e ativarmos o modo Comfort as credenciais de estradista nato continuam todas cá.

LEIAM TAMBÉM: Mercedes-AMG One finalmente revelado. Todos os números do AMG mais rápido de sempre

Mas quando damos ordem para tal este CLS é capaz de se transformar e de nos oferecer uma experiência de condução ao nível de muitos desportivos.

Bagageira do CLS 53 4MATIC+
A capacidade da bagageira fica-se nos 490 litros, um número aceitável para uma proposta com estas credenciais desportivas. Contudo, a entrada é baixa, o que torna complicado carregar alguns objetos maiores. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

É rápido, preciso e muito envolvente, tudo o que queremos ter quando a estrada (e o momento) certa aparece. Ao mesmo tempo que consegue ser equilibrado, previsível e suficientemente confortável para nos deixar fazer uma tirada mais longa em autoestrada sem «rebentar» o orçamento e as costas.

E aqui, um parênteses para vos falar dos consumos: cheguei ao final deste ensaio de quatro dias com uma média de 12 l/100 km. Em autoestrada, a cumprir os limites de velocidade, é fácil descer para perto dos 10 l/100 km. Mas em cidade cheguei a ver muitas vezes valores para lá dos 14 l/100 km.

Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ dianteira
A grelha dianteira específica ajuda a reforçar a forte presença em estrada deste modelo. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Mas voltando às notas finais deste ensaio, esta é uma proposta pautada por uma imagem marcadamente premium, por um habitáculo requintado e por uma versatilidade que tanto lhe permite ser um «papa quilómetros» em autoestrada como uma proposta exigente (q.b) e divertida de conduzir em estradas apropriadas.

Preço

unidade ensaiada

150.626

Versão base: €137.899

IUC: €730

Classificação Euro NCAP:

  • Motor
    • Arquitectura: 6 cilindros em linha
    • Capacidade: 2999 cm3
    • Posição: Dianteira longitudinal
    • Carregamento: Injeção directa + Turbo + Compressor + Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c., 4 válv. por cil. (24 válv.)
    • Potência: 435 cv às 6100 rpm (motor de combustão) + 22 cv (motor elétrico)
    • Binário: 520 Nm entre as 1800-5800 rpm + 250 Nm (motor elétrico)
  • Transmissão
    • Tracção: Integral
    • Caixa de velocidades: Automática (conversor de binário) de 9 velocidades
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 5012 mm / 1896 mm / 1422 mm
    • Distância entre os eixos: 2939 mm
    • Bagageira: 490 litros
    • Jantes / Pneus: FR: 245/35 R20; TR: 275/30 R20
    • Peso: 1985 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 9,4 l/100 km
    • Emissões de CO2: 214 g/km
    • Vel. máxima: 250 km/h (270 km/h com pack AMG Dynamic Plus)
    • Aceleração: 4,5s
  • Equipamento
    • Pintura MANUFAKTUR Cinzento Selenite Magno
    • Estofos Pele AMG Pérola Cinzento Prateado/Preto
    • Android Auto e Apple CarPlay
    • Pack Espaços de Arrumação
    • Funções MBUX Extended
    • Sistema de controlo da pressão dos pneus
    • Sistema Multimédia MBUX
    • THERMATIC, Ar Condicionado Automático
    • Guarda-lamas AMG de maior dimensão
    • Faróis em LED
    • Pack Iluminação interior
    • Pack Night AMG
    • Base Package (Consola central AMG em carbono, Carregamento wireless para dispositivos móveis, Acabamentos interiores em Carbono/ Alumínio, Pack Parking com Camera 360 graus, Pack Espelhos, Pack navegação e conectividade, Embaladeiras das portas iluminadas, com revestimento alterável e Depósito de Combustivel com maior capacidade (80L)
    • Sistema de escape performance AMG
    • Linha de design interior AMG (Forro do tejadilho em tecido preto, Tapetes AMG e Volante performance em pele AMG)
    • Linha de design exterior AMG (suspensão AIRMATIC, Pack Estético AMG, Spoiler AMG e Jantes de 20'' AMG escurecidas)
    • Pack Premium (Assistente de ângulo morto, pack memórias, sistema de som Burmester, cockpit panorâmico, bancos dianteiros aquecidos, Sistema de Abertura/Fecho Automático da Bagageira e sistema KEYLESS-GO)
    • Cintos segurança em vermelho
Extras
Limited Edition (Cobertura para veículo AMG, Iluminação surround com projeção logotipo AMG, Pack AMG DYNAMIC PLUS, Pinças Travão Vermelhas, Pack Night AMG II, Grelha do radiador AMG escurecida e Tipografia em preto brilhante) — 9634 €.
Avaliação
8 / 10
Um coupé de quatro portas com linhas elegantes, com um habitáculo de grande qualidade e com o ADN próprio da «casa» de Affalterbach. Esta é uma boa descrição daquilo que este Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ é, mas só quando o conduzimos percebemos aquilo que ele pode ser: um carro elegante e bem comportado que se transforma — a pedido — num desportivo de emoções fortes. É um lobo em pele de cordeiro.
  • Performances surpreendentes
  • Afinação do chassis
  • Imagem impactante (sem exageros)
  • Preço (sobretudo na configuração testada)
  • Espaço para a cabeça nos bancos traseiros
Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Mercedes-Benz 190 (W201)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mercedes-Benz 190 (W201), antecessor do Classe C, celebra 35 anos

Mais artigos em Testes, Ensaio