Fabia RS Rally2, a nova «arma» da Skoda para o WRC2

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Fabia RS Rally2, a nova «arma» da Skoda para o WRC2

A Skoda apresentou o novíssimo Fabia RS Rally2, um modelo que sobe a fasquia em relação ao antecessor e que promete dar muita luta no WRC2.

A Skoda Motorsport acaba de apresentar o novo Fabia RS Rally2, o carro com que a equipa Toksport WRT (com o apoio de fábrica) vai correr no Campeonato do Mundo de Ralis em 2022.

Sucessor do Fabia Rally2 evo, este Skoda Fabia RS Rally2 tem por base a quarta geração do modelo — que já pudemos conduzir — e conta com um importante reforço tecnológico e com um novo motor.

De acordo com o fabricante checo, as melhorias operadas no chassis e na eletrónica deixaram o Fabia RS Rally2 mais ágil e mais capaz, argumentos que dão a confiança necessária à Skoda para afirmar que este novo modelo “está preparado para conseguir vitórias e títulos”.

A NÃO PERDER: Como “domar” um Toyota GR Yaris na neve? Este piloto de ralis ensina
Skoda Fabia RS Rally2

Novo motor e travões mais poderosos

E para isso a marca checa equipou este modelo com um novo motor turboalimentado de 1,6 l e quatro cilindros — derivado do 2,0 l TSI, o conhecido EA888 — capaz de produzir cerca de 289 cv e 430 Nm de binário máximo.

Graças a estes números e a uma caixa sequencial de cinco relações — e de dois diferenciais, dianteiro e traseiro, pois o regulamento do Rally2 não permite diferenciais centrais —, este Fabia de competição é capaz de acelerar até uma velocidade máxima de 200 km/h, consequência do escalonamento curto da transmissão.

A somar a isso, conta com uma carroçaria mais larga e com uma maior distância entre eixos, para uma distribuição de massas otimizada.

Skoda Fabia RS Rally2

Os travões também foram alvo de muita pesquisa e desenvolvimento por parte da marca com sede em Mladá Boleslav, na República Checa: os discos dianteiros têm um diâmetro que varia entre os 300 mm e os 355 mm, de acordo com o tipo de terreno, e podem suportar temperaturas de até 700 ºC. Atrás são sempre de 300 mm.

LEIAM TAMBÉM: Novo Skoda Fabia. Todos os preços para Portugal

A suspensão, que conta com um esquema MacPherson tanto à frente como atrás, também mereceu a atenção dos engenheiros da marca checa e tem agora um curso mais longo, ao mesmo tempo que a fricção dos amortecedores foi reduzida.

Skoda Fabia RS Rally2

Downforce duplicou

Quanto à aerodinâmica, basta dizer que este Skoda Fabia RS Rally2 é capaz de gerar praticamente o dobro da downforce do seu antecessor para percebermos que nada foi deixado ao acaso.

E todos os novos apêndices aerodinâmicos necessários para o conseguir, tais como a asa traseira, as enormes entradas de ar no para-choques e os suportes laterais, também têm um impacto direto na imagem exterior deste modelo, que está mais agressivo e musculado do que nunca.

E se a entrada de ar no tejadilho, a abertura no capô e as jantes de 18” (ou 15” na configuração para terra) não passam despercebidos, é a pintura no tom de verde Hyper Green — quase nos faz lembrar o Enyaq Coupé iV RS que o Diogo Teixeira testou recentemente… — que mais salta à vista.

Dentro do habitáculo, destaque para a nova gaiola de segurança (35,8 m de tubos de aço), para os novos bancos de competição com arnês de seis pontos e para o novo sistema de suporte da cabeça e do pescoço.

Réplica para a estrada?

Apesar deste Fabia RS Rally2 deixar os fãs da marca checa com «água na boca», importa dizer que a Skoda não tem qualquer plano para lançar no mercado uma versão RS do Fabia.

A NÃO PERDER: Skoda Fabia Monte Carlo. O que muda no mais desportivo dos Fabia?

Por isso mesmo, o topo da gama do pequeno modelo do grupo Volkswagen vai continua a ser garantido pelo Fabia com motor 1.5 TSI de 150 cv no nível de equipamento Monte Carlo.

Sabe responder a esta?
Qual foi a velocidade alcançada pelo Skoda mais rápido de sempre?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este Octavia vRS é o Skoda mais rápido de sempre e agora foi restaurado

Mais artigos em Notícias