SEAT Ibiza. Primeira unidade saiu da linha de produção há 38 anos

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Efeméride

SEAT Ibiza. Primeira unidade saiu da linha de produção há 38 anos

Foi no dia 27 de abril de 1984 que o primeiro SEAT Ibiza saiu da linha de produção na Zona Franca, em Barcelona.

O SEAT Ibiza tornar-se-ia num dos modelos mais bem sucedidos de sempre da marca espanhola, sucesso que se prolonga já por cinco gerações.

A primeira geração foi revelada ao mundo no Salão de Paris de 1984, mas a sua produção começou algum tempo mais cedo, precisamente há 38 anos (à data da publicação original deste artigo).

A sua importância é significativa, pois o Ibiza foi o primeiro modelo revelado por uma SEAT independente, após terem falhado as negociações entre o governo espanhol e a Fiat para que esta integrasse a marca no grupo.

TÊM DE VER: O primeiro e o último SEAT Ibiza em apenas 1 minuto

O primeiro Ibiza destacou-se desde logo pelas suas linhas limpas, cortesia da italiana Italdesign de Giorgetto Giugiaro, pelas suas dimensões acima da média — tem sido, regra geral, dos maiores modelos do segmento — e pelas suas mecânicas “System Porsche”.

Estabeleceu a marca espanhola no segmento dos utilitários, ajudou a internacionalizá-la e ao longo das cinco gerações já acumulou mais de seis milhões de unidades vendidas.

Em 1993 conheceríamos a segunda geração do SEAT Ibiza, ainda desenhado por Giugiaro, destacando-se por ser o primeiro a ser desenvolvido já com a marca integrada no Grupo Volkswagen e também por ser o primeiro a sair da na nova fábrica de Martorell, onde hoje se situa o quartel-general da SEAT S.A.

Em Portugal o SEAT Ibiza sempre foi um modelo popular, atraindo pela sua postura mais desportiva.

Nos anos 90 a sua popularidade atingiria um pico com a segunda geração, graças ao incontornável SEAT Ibiza GT TDI, num tempo (não muito distante) onde os Diesel também eram vistos como um caminho para performances mais elevadas… com consumos baixos.

A segunda geração deixaria ainda a sua marca por ter estreado a designação CUPRA (de Cup Racing) para identificar as versões mais desportivas dos modelos da SEAT. Quem diria que CUPRA acabaria por ser «promovida» a marca?

SEAT Ibiza
A primeira vez que vimos a denominação CUPRA, foi no Ibiza de segunda geração.

As gerações seguintes do SEAT Ibiza souberam manter as características que fizeram dele um sucesso, desde as linhas de aspeto mais desportivo — que passaram a ser assinadas por Walter da Silva (3.ª geração), Luc Donckerwolke (4.ª) e Alejandro Mesonero-Romanos (5.ª) —, à dinâmica acutilante, às cotas internas generosas.

Qual a vossa geração favorita?

Mais artigos em Notícias