Audi Q6 e-tron. Interior antecipado nas mais recentes fotos-espia

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Audi Q6 e-tron. Interior antecipado nas mais recentes fotos-espia

O inédito Audi Q6 e-tron foi, novamente, apanhado pelas objetivas e desta vez até pudemos ver um pouco do seu interior.

Um dos próximos modelos 100% elétricos da marca de Ingolstadt, o Audi Q6 e-tron está a tornar-se «cliente habitual» das fotos-espia, deixando, a cada vez, antecipar um pouco mais do modelo final.

Desta vez o SUV alemão surgiu com um pouco menos de camuflagem o que permitiu confirmar que o novo Q6 e-tron vai mesmo contar com faróis dianteiros bipartidos.

Uma solução que promete ser um dos elementos de identificação mais fortes dos próximos e-tron da marca dos quatro anéis — também o futuro A6 e-tron adotará óticas bipartidas.

VEJAM TAMBÉM: “Sleeper” perfeito? Skoda Yeti com 492 cv e motor do Audi RS 3
Audi Q6 e-tron
Na traseira as óticas parecem já ser as definitivas. © Razão Automóvel

Na traseira, e ao contrário do que aconteceu noutras fotos-espia, o Q6 e-tron já parece contar com os farolins definitivos.

Vislumbre do interior

Contudo, a grande novidade são as primeiras imagens do seu interior. Por lá destaca-se a adoção de dois ecrãs colocados praticamente lado a lado, sendo que um serve como painel de instrumentos e o outro como sistema de infoentretenimento.

Também de notar é o posicionamento do ecrã central, mais elevado e sem estar embutido no tabliê, para um acesso facilitado.

O Audi Q6 e-tron

Destinado ao segmento D, onde a Audi já tem o Q5, o novo Q6 e-tron vai partilhar muitos «genes» com o novo Porsche Macan, começando pela plataforma PPE (Premium Platform Electric), que permitirá uma arquitetura de 800 V (tal como já acontece nos Porsche Taycan e Audi e-tron GT).

Para já as especificações dos modelos assentes na PPE continuam envoltas em secretismo. Contudo, o concept A6 e-tron, que fará uso da mesma base técnica, dá-nos algumas «pistas» sobre o que pode estar a caminho.

Revelada no último Salão de Xangai (em 2021) e mais recentemente na sua variante Avant (a carrinha), além da PPE, anunciava dois motores elétricos (um por eixo) que garantiam uma potência máxima de 350 kW (476 cv), uma bateria de cerca de 100 kWh, mais de 700 km de autonomia e carregamentos de até 270 kW.

Com o arranque da produção prevista para o final do ano ou no início de 2023, não deve faltar muito para ficarmos a conhecer as especificações técnicas da proposta germânica.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançada a primeira geração do Audi A4?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Audi A4 faz 25 anos. Todas as gerações do Audi mais vendido de sempre

Mais artigos em Notícias