Juke Hybrid. Eletrificação chegou ao crossover da Nissan

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Juke Hybrid. Eletrificação chegou ao crossover da Nissan

Com a chegada do Nissan Juke Hybrid, a marca japonesa dá mais um passo na direção da eletrificação da sua gama.

Até agora disponível somente com uma motorização a gasolina, o 1.0 DIG-T de 114 cv, o Nissan Juke viu a sua gama crescer com a chegada de uma inédita versão híbrida.

Para criar o Juke Hybrid a Nissan «casou» um 1.6 l com 94 cv (69 kW) e 148 Nm a um motor elétrico com 49 cv (36 kW), contando ainda com um motor-gerador com 20 cv (15 kW), adotando a mesma solução já conhecida do Renault Captur E-Tech Hybrid.

O resultado final é uma potência máxima combinada de 140 cv, sendo a «máquina elétrica» alimentada por uma bateria de 1,2 kWh.

A NÃO PERDER: Nissan prepara-se para deixar de desenvolver novos motores de combustão
Nissan Juke Hybrid

Segundo a Nissan, esta eletrificação permitiu uma redução de cerca de 40% dos consumos em meio urbano e de 20% em ciclo misto, com a marca nipónica a anunciar médias de 5,2 l/100 km e emissões de CO2 de 118 g/km.

Como é comum nos híbridos, o Juke Hybrid é capaz de arrancar em modo elétrico, contando ainda com a inovadora caixa «multimodo» da Renault, o sistema e-Pedal já usado pelo Leaf, só possível por também ter travagem regenerativa.

Nissan Juke Hybrid

O que mais mudou?

Esteticamente o Nissan Juke Hybrid também conta com algumas novidades. Para começar, as jantes de 17” e 19” contam com um design inspirado nas do Nissan Ariya, sendo de desenho mais aerodinâmico.

Também o para-choques dianteiro oferece agora menos resistência aerodinâmica enquanto o spoiler traseiro foi redesenhado. Por fim, no exterior há ainda a destacar os logótipos específicos, o novo logótipo da Nissan e ainda os acabamentos em preto gloss na grelha dianteira.

Já no interior além da perda de capacidade da bagageira — passou para os 354 litros, menos 68 litros que nos outros Juke — as únicas novidades são a adoção de novos indicadores no painel de instrumentos que nos informam sobre a carga da bateria ou o funcionamento do sistema híbrido.

Com chegada ao mercado prevista para o verão, o novo Nissan Juke Hybrid ainda não tem preço para o mercado nacional.

Artigo atualizado às 16h45 com a data prevista para a chegada ao mercado.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Nissan Sunny GTi-R?

Mais artigos em Notícias